O que é uma seita?

Clique AQUI para abrir o índice dos posts mais importantes a respeito da organização criminosa autodenominada religião (O que é Cientologia, Dianética, Quem foi seu fundador L. Ron Hubbard, O Grande Segredo da Cientologia)

O QUE É UMA SEITA

Seita, originalmente, significa doutrina, ideologia ou sistema divergente da dominante. Com o passar do tempo, passou a ser utilizado de forma pejorativa, para indicar um grupo cujas práticas ou crenças são consideradas estranhas ou sinistras, fugindo do senso comum da sociedade mediana.

De acordo com o Dicionário Silveira Bueno, uma seita é:

s.f. (substantivo feminino): Facção; partido; doutrina que se afasta da opinião geral; conjunto dos indivíduos que a seguem; comunidade fechada, de cunho radical.

O Dicionário Merriam Webster assim define uma seita:

Um sistema para a cura de doenças baseada em dogmas estabelecidos por seu promulgador; grande devoção a uma pessoa, idéia, objeto, movimento ou trabalho (como um filme ou livro);

O Random House Unabridged Dictionary’s define como:

Any system for treating human sickness that originated by a person usually claiming to have sole insight into the nature of disease, and that employs methods regarded as unorthodox or unscientific (qualquer sistema de tratamento de doenças humanas criado por uma pessoa que alega ter uma visão única da natureza da doença, e que emprega métodos considerados não-ortodoxos ou não-científicos).

DEFINIÇÃO SOCIOLÓGICA

Os estudos dos apectos psicológicos de seitas focam-se no indivíduo e nos fatores relacionados à escolha de se envolver com uma seita, bem como nos efeitos decorrentes dessa escolha, naquele mesmo indivíduo.

Sob esta ótica, descobriu-se que um fator de grande influência nessa decisão do indivíduo é a persuasão coercitiva que suprime a habilidade do indivíduo em dar ouvidos à razão, suprimir o pensamento crítico ou de fazer escolhas pelo seu próprio bem (leia AQUI como a Cientologia exerce controle mental sobre seus fiéis).

De acordo com o livro Psychology 101 (2005), da psicóloga Carole Wade, estes estudos identificaram alguns passos que são importantes neste tipo de persuasão:

1. Os membros são colocadas em situações estressantes, física ou mentalmente;
2. Seus problemas são reduzidos a uma simples explicação, que é enfatizada repetidamente;
3. Os membros recebem amor incondicional, aceitação e atenção de um líder carismático;
4. Os membros recebem uma nova identidade baseada no grupo;
5. Eles são objeto de aprisionamento, que é o isolamento de parentes, amigos e da cultura da população em geral, e seu acesso à informação é severamente controlado
.

Steven A. Hassan, conselheiro com certificação nacional, conselheiro licenciado em saúde mental, ex-seguidor da seita Moon e em combate contra seitas desde 1976 (incluindo a Cientologia, Opus Dei, Alamo Foundation, etc.), desenvolveu seu próprio modelo, que chamou de BITE. O modelo BITE compreende quatro componentes básicos para identificar uma seita.

1. Behavior Control (controle de comportamento)
2. Information Control (controle de informação)
3. Thought Control (controle de pensamento)
4. Emotional Control (controle emocional)

É importante entender que o controle destrutivo da mente pode ser determinado quando o efeito geral desses quatro componentes promove a dependência e obediência a um líder ou uma causa. Não é necessário que todos os componentes estejam presentes. Membros de seitas podem viver em suas próprias casas, ter um trabalho comum, ser casado e ter filhos, e ainda assim ser incapaz de pensar por si mesmo ou agir independentemente.

CARACTERÍSTICAS COMUNS DAS SEITAS DE ACORDO COM A FACTNET

A FACTnet (Fight Against Coercive Tactics Network Inc.) é uma rede que combate táticas coercitivas e promove discussões, recursos e suporte para a recuperação de sobreviventes de práticas abusivas de religiões ou seitas.

De um modo geral, as seitas destrutivas e perigosas possuem algumas características em comum, assim listadas pela FACTNET:

1. A seita é autoritária em sua estrutura de poder. O líder é tido como a autoridade suprema. Ele ou ela poderá delegar certos poderes para alguns subordinados com o propósito de observar se aqueles seguidores aderem aos desejos e papéis do líder. Não existe recurso de apelação fora de seu sistema. O líder clama ter a única e última decisão em qualquer assunto.

2. Os líderes de seitas tendem a ser carismáticos, determinados e dominadores. Eles convencem seus seguidores a abandonarem suas famílias, trabalhos, carreiras e amigos para os seguir. Eles (não o indivíduo) então tomam controle sobre as posses, dinheiro e vidas de seus seguidores.

3. Os líderes de seitas são auto-indicados. São pessoas messiânicas que clamam ter uma missão especial na vida e são totalmente irresponsáveis por seus atos.

4. Os líderes de seitas concentram a veneração de seus membros sobre eles mesmos. Padres, rabinos, ministros, líderes democráticos e líderes de movimentos genuinamente altruistas mantém a veneração dos aderentes em Deuses, princípios abstratos e propósitos do grupo. Os líderes de seitas, ao contrário, mantém o foco de amor, devoção e aliança em si mesmos.

5. As seitas tendem a ser totalitárias no controle do comportamento de seus membros. Seitas de modo geral determinam com grande detalhe o que os membros devem vestir, comer, quando e onde trabalhar, dormir e assear-se, bem como no que devem acreditar, pensar e dizer.

6. As seitas tendem a ter dois conjuntos de éticas. Membros são forçados a serem abertos e honestos dentro do grupo e confessar tudo aos líderes, mas por outro lado são encorajados a enganar e manipular as pessoas de fora ou os não-membros. Religiões autenticamente estabelecidas ensinam seus membros a serem honestos e verdadeiros com qualquer um, e a obedecerem um único conjunto de éticas.

7. As seitas possuem basicamente dois propósitos, recrutar novos membros e arrecadar fundos. Religiões autenticamente estabelecidas e movimentos altruístas também recrutam novos membros e arrecadam fundos, porém os seus objetivos não são o de crescimento; tais grupos tem o objetivo de melhorar a vida de seus membros e da humanidade em geral. As seitas podem alegar que fazem contribuições sociais, mas na verdade são apenas alegações ou simples gestos. Seu foco é sempre dominado pelo recrutamento de novos membros e arrecadação de fundos.

8. As seitas aparentam inovação e exclusividade. Os líderes alegam estar quebrando com a tradição, oferecendo algo novo, e instituindo o único sistema viável para a mudança que irá solucionar os problemas da vida ou as doenças do mundo. Enquanto alegam isto, as seitas sorrateiramente utilizam sistemas de coerção psicológica em seus membros para inibir suas capacidades de examinar a validade real de tais alegações dos líderes e das seitas.

EXEMPLOS DE SEITAS

Seita da Cientologia (Church of Scientology), atualmente liderada por David Miscavige.

O carismático L. Ron Hubbard, fundador da seita da Cientologia

O carismático L. Ron Hubbard, fundador da seita da Cientologia

Seita The People’s Temple, liderada por Jim Jones (James Warren Jones). Em 1978, Promoveu o suicídio em massa de aproximadamente 910 seguidores na cidade de Jonestown, na Guiana.

Jim Jones, l�der da seita The Peoples Temple

Jim Jones, líder da seita The Peoples Temple

Seita Branch Davidian, liderada por David Koresh (Vernon Wayne Howell). Em 1993, permaneceu 51 dias sitiada em seu rancho na cidade de Waco, Texas, e teve como final trágico um incêncio que matou 76 membros, incluindo crianças e adolescentes.

Seita Aum Shin Rikyo, liderada por Shoko Asahara. Em 1995 atacou estações de metrô com gás sarin, matando 11 pessoas e ferindo outras 5.000. Tudo em nome da “verdade suprema”.

Clique AQUI para abrir o índice dos posts mais importantes a respeito da organização criminosa autodenominada religião (O que é Cientologia, Dianética, Quem foi seu fundador L. Ron Hubbard, O Grande Segredo da Cientologia)

12 thoughts on “O que é uma seita?

  1. Interessante ao ler isso não consegui para de pensar nas igrejas evangélicas e na católica também, nesse caso o cristianismo se enquadra nessa descrição de Seita.

    Jesus o “unico salvador”, ou você está com Jesus ou está com o diabo, bíblia é a unica verdade, deus está conosco os outros são “coisa do diabo”, etc…

    É o Richard Dawkins tem toda razão…

  2. Pensar no Universo como um todo, nos seus mistérios, na perfeição, é lógico que existe um Deus, uma força superior a tudo e a todos nós. E falar de seita(grupos isolados com suas próprias práticas), é totalmente diferente, e as igrejas evangélica e católica não são seitas e sim templos abertos a cristãos, que pela fé acreditam na existencia desse SUPERIOR!.

    Lúcia Monteiro
    25.07.09
    Fortaleza-Ce.

  3. O site mostra de maneira muito alucinada o conceito de seita , o que na verdade podem ser até designadas como tal , porém ser etnocêntrico (com uma opinião que só os nossos preceitos são válidos acho que já é uma seita pois estará seguindo um pensamento de um grupo e não o pensamento de que existe ”Deus”e esse é a base de tudo).A questão é , respeito com todas as formas de pensamento , de opinião é não participar de uma seita , porque é ter conceitos próprios!

  4. o que isso tem a ver com igreja evangélicas ou católicas? nada a ver voce viajou nessa, continue na busca

  5. Concordo plenatente com Alguém na busca… Mas estas “religiões cegam tanto as pessoas que acaba ficando muito difícil de enxergar a verdade dessas “religiões e suas consequências.

    O povo esquece que existem inúmeras religiões e existiram tantas antes de Cristo, (lembremos do Oriente também), mas apenas a religião cristão é absoluta!

    Na verdade, todas as religiões são absolutas, são as melhores a serem seguidas e ao mesmo tempo nenhuma delas é a melhor. Fica esta disputa eterna que não leva ninguém a nada.

    Infelizmente já nascemos em sociedades na qual não temos o livre direito de raciocinarmos, de pensar lógica ecriticamente sobre informações sem nexo, contraditórias, absurdas…Somos obrigados a acreditar o que obrigaram nossos antepassados também foram obrigados a acreditar.

  6. Gente, eu acredito em Deus, mas não neste Deus de várias faces, criado pelo povo. É claro que existe uma força sublime e misteriosa, que o homem tentou explicar e entender e até hoja não conseguiu. Religiões foram criadas pelos homens, então por que eu tenho que acreditar nelas, já que são tantas formas de ver?

    Tem muita informação sem pé nem cabeça em todas elas e contunuamos perpetuando sem nem sequer avaliar se faz ou não sentido.

    Acho que estamos aqui apenas para ser felizes, respeitar os outros seres vivos, dar uma contrubuição para este planeta e para as próximas gerações, esquecer estas imposições que só nos restringe de viver. Tudo é válido quando não se está machucando os outros ou a si mesmo.

    As igrejas, ceitas, religiões, e cia nos ensinam que devemos “temer” a Deus e a principal atitude que deveríamos ter é respeitá-lo. É o que falta no mundo hoje: respeito por nós mesmos e pelos outros.

    Esse lance de frequentar igreja com o argumento de amor (e alcançara tal vida eterna que nem se sabe se existe mesmo) por Deus não passa de medo do desconhecido, da morte e se baseia apenas em interesse de viver para sempre e não sofrer depois de morrer. O povo não quer admitir, mas não simplesmente por amor a Deus.

  7. “Esse lance de frequentar igreja com o argumento de amor (e alcançara tal vida eterna que nem se sabe se existe mesmo) por Deus não passa de medo do desconhecido, da morte e se baseia apenas em interesse de viver para sempre e não sofrer depois de morrer. O povo não quer admitir, mas não simplesmente por amor a Deus”

    isso msmo que eu passei a pensar depois que me livrei de igreja, religião e tudo mais…

    medo do desconhecido, as pessoas morrem de medo…

  8. Realmente o que se teme é o futuro pós vida, e não a Deus.
    Concordo com tal pensamento

  9. NOSSA..ESSE SITE É MEIO ESTRANHO….FOI CRIADO POR QUEM? EU NÃO VI…E CANDOMBLÉ..TAMBÉM É SEITA???PARECE QUE ALGUÉM INVENTOU QUE RELIGIÃO É SÓ CATOLICISMO E EVANGÉLICOS…E AÍ TODO MUNDO CONCORDA…O QUE A MASSA DISCORDA TÁ ERRADO..QUANTA GENTE “SABIDONA”, VAI CUIDAR DA SUA VIDA..OU VC QUE INVENTOU O SITE….E FAZER ALGO QUE REALMENTE MELHORE A SOCIEDADE FAZENDO A SUA PARTE…CRIANDO BLABLABLAS..VC NAO VAI AJUDAR NINGUEM.

  10. NÃO VI NADA CONVICENTE , NEM UMA REFERENCIA BÍBLICA QUE

    PUDESSE ABONAR ESSAS CONCLUSÕES , SÃO MUITAS AS OPINIÕES.

    VOU DEIXAR UMA PRA QUEM INTERESSAR ECLESIASTES CAP.12:vers.13,14

    13 “de tudo o que se tem ouvido, a conclusão é : teme a DEUS e guarda os seus mandamentos ; porque isto é o dever de todo homem .
    14 porque DEUS há de trazer a juízo todas as obras , até as que estão escondidas, quer sejam boas , quer sejam más .

  11. Caros, cuidado com a chamada intolerância religiosa…. Não confundam por favor…Não queremos que no Brasil ( país de vasto sincretismo religioso) comecem a existir conflitos religiosas , como em outros países. Paz.

  12. Se você lê a bíblia encontrarar resposta a cada uma de suas perguntas muitos dizem que a bíblia e um mistério pôs não e se fosse jeova deus não teria usado seu filho Jesus por meio dele os discípulos e profetas escreveram a bíblia e hoje muitas das profecias mencionada na bíblia já estão se cumprindo como a que reino se levantarar contra reino .nação contra nação .haverar tempos difíceis de manejar .escassez de alimento .se vocês acredita ou não .não faz diferencia .a fé não e prioridade de todos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s