Cientologia e Psiquiatria

Clique AQUI para abrir o índice dos posts mais importantes a respeito da organização criminosa autodenominada religião (O que é Cientologia, Dianética, Quem foi seu fundador L. Ron Hubbard, O Grande Segredo da Cientologia)

Pouco tempo após o sucesso inesperado da Dianética, por ser um dos primeiros livros de auto-ajuda nos Estados Unidos, a American Psychiatric Association (Associação Americana de Psiquiatria) e a National Mental Health Association (Associação Nacional da Saúde Mental) repudiaram as “descobertas” de L. Ron Hubbard, que pregava que as doenças são psicossomáticas e curáveis somente pela Dianética e Cientologia, seus livros, cursos, sessões de audições, eabolindo todos e quaisquer medicamentos e substituindo-os por vitaminas, sessões de saunas e massagens. São inúmeros os casos noticiados de pessoas que morrem por falta de tratamento médico ou medicamentos em razão da proibição determinada pela Cientologia a seus fiéis.

Até os dias de hoje, a Cientologia e a Dianética travam uma feroz e incansável batalha contra seu inimigo imaginário, que assim como todos os demais ramos científicos, fora esse fato, jamais deram bola à Dianética e a Cientologia. A organização defende que a psiquiatria não possui nenhum método científico de diagnóstico, ainda que seus profissionais tenham anos de estudo.

Para mostrar-se como uma alternativa à psiquiatria, a Cientologia faz seus diagnósticos seguindo tão somente os ensinamentos de L. Ron Hubbard, em um procedimento “científico” (audição) executado por qualquer pessoa que recebido autorização da organizaçao, tudo com a ajuda de um aparelho que, segundo definição da própria organização, é um “aparato religioso”. Seu tratamento alternativo também utiliza sessões de sauna e substituição de medicamentos por vitaminas.

Para emprestar um ar de oficialidade à sua empreitada, a Cientologia, de tempos em tempos, cria “organizações”, “comissões” e outras instituições com o fim de combater seu inimigo, a psiquiatria e outras concorrentes da área da saúde mental.

Duas organizações que chamam a atenção dos mais incautos são a Citizens Comission on Human Rights (CCHR – Comissão dos Cidadãos para os Direitos Humanos) e a Youth for Human Rights (YFHR – Juventude para os Direitos Humanos). A CCHR admite ter sido fundada pela organização criminosa porém afirma ser uma organização independente. No website do Youth for Human Rights não há nenhuma informação a respeito da sua submissão à Cientologia.

É bom lembrar que não existe o que eles chamam de organização independente dentro da Cientologia. Até mesmo pessoas que decidem aplicar os ensinamentos de L. Ron Hubbard fora da Cientologia são perseguidos e processados incessantemente, por “uso não autorizado de materiais objeto de direitos autorais”.

A Cientologia declara ainda que também combate o que diz serem práticas da psiquiatria:

“A igreja se opõe aos tratamentos brutais e desumanos. São três as principais razões: 1) procedimentos como eletro-choque, drogas e lobotomia, que destroem pessoas em busca de ajuda; 2) a psiquiatria não é uma ciência e não tem métodos comprovados para justificar os bilhões de dólares de investimentos governamentais que são oferecidos; e 3) as teorias psiquiatricas de que o homem é um simples animal foram usadas para dar razão, por exemplo, a matança de seres humanos nas Primeira e Segunda Guerras Mundiais.”

Fonte: Perguntas Frequentes “Por que a Cientologia se opõe à Psiquiatria?“, retirado do website oficial da Cientologia.

Na verdade, essa história tem um fundo muito mais fundo do que os cientologistas querem nos fazer acreditar.

psi-hubbard.gif

Nesta carta disponibilizada pela Marinha dos EUA, L. Ron Hubbard pede tratamento psiquiátrico ao Hospital dos Veteranos, em 15 de outubro de 1947 (3 anos antes do lançamento de seu livro Dianética).

Segundo ele próprio, “após tentar e falhar por dois anos em reestabelecer meu equilíbrio na vida civil, eu estou inabilitado a me aproximar de qualquer coisa como minha própria competência. Meu último médico me disse que seria de grande ajuda se eu fosse examinado e talvez tratado psiquiatricamente ou até mesmo por um analista psiquiátrico… “

Em um dos trechos acima, ele relata que teve longos períodos de melancolia e inclinações suicidas, e em outro implora por ajuda: “Vocês poderiam por favor me ajudar?

CONSPIRAÇÃO MUNDIAL

Segundo L. Ron Hubbard, havia uma conspiração mundial contra ele, com a ajuda da psiquiatria. Em 1966, ele publicamente declarou guerra contra a psiquiatria, dizendo aos cientologistas que “nós queremos pelo menos uma marca ruim em cada psiquiatra na Inglaterra, um assassinato, um ataque, ou estupro ou mais de uma (marca).” Fonte: Jornal do Ron ’67 (Ron’s Journal – RJ67).

Hubbard afirmou ainda que:

“Nossos inimigos são menos do que doze homens. Eles são membros do Banco da Inglaterra e outros altos círculos financeiros. Eles possuem e controlam cadeias de jornais e eles, com muita estranheza, controlam todos os grupos de saúde mental no mundo… Aparentemente a programação deles era utilizar a recuperação mental, que são eletro-choques psiquiatricos e lobotomia pré-frontal, para remover de seus caminhos qualquer dissidente político… Quase todos os governos do mundo devem a eles consideráveis quantias de dinheiro… e eles controlam, é claro, impostos de renda, finanças dos governos – (Harold) Wilson, por exemplo, o atual Premier da Inglaterra está totalmente envolvido com esses sujeitos e não fala de outra coisa…”

Em 1969, ele comprometeu a Igreja da Cientologia ao objetivo de erradicar a Psiquiatria, anunciando que “nossa guerra foi forçada a se transformar na conquista absoluta do campo da cura mental em todas as formas neste planeta.”

Outro benefício que a Cientologia obteve com esta guerra imaginária foi utilizar a psiquiatria como um bode expiatório. Quando um cliente, que já havia se submetido ao tratamento psiquiátrico sem sucesso, não encontrar a solução de seus problemas na Cientologia, ele é indocrinado a acreditar que a culpa pelo fracasso da “tech”  da Cientologia é uma conseqüência da utilização dos remédios.

A raiva dos cientologistas contra os médicos psiquiatras é simplesmente parte da lavagem cerebral ordenada por Hubbard e Miscavige. Prova disto é que, todas as pessoas que conseguem abandonar a seita também abandonam essa raiva incondicional. Quase todos que abandonam a seita descobrem que os psiquiatras não são as entidades maléficas que foram indocrinadas a acreditar serem, e que com certeza os médicos e os remédios não são a razão do não funcionamento da “tecnologia” de Hubbard. A “tech” não funciona, não por causa do que os remédios fizeram aos clientes da seita. A “tech”  não funciona como eles alegam porque simplesmente não funciona a longo prazo.

Em seu livro “Crime e Psiquiatria“, de 1969, Hubbard diz que a psiquiatria e a psicologia cuidadosamente desenvolveram uma atitude pública ilegal e irresponsável em favor do crime.

Em “Criminosos e Psiquiatras“, de 1980, ele diz que quase todos os crimes hediondos modernos foram cometidos por criminosos que passaram a vida pelas mãos de psiquiatras e psicólogos.

Hubbard referia-se aos psiquiatras como psicopatas. Ele afirmava que psiquiatras negavam a espiritualidade as pessoas e promoviam “falsas curas”. Ele também estava convencido que psiquiatras são indivíduos sem ética, que cometem “extorsão, mutilação e assassinato“, e que os arquivos da Cientologia estavam repletos de provas contra eles.

No seu livro Battlefield Earth, que nas mãos do cientologista John Travolta virou um fiasco eleito um dos piores filmes da história, Hubbard inseriu a raça dos “Catrists” (uma referência à Psychiatrists – psiquiatras em inglês), que seria uma raça de charlatães que alegavam ser especialistas em saúde mental.

scientology_psychiatry_kills.jpg

Não é a toa que a Cientologia frequentemente faz manifestações contrárias à Psiquiatria, e que seus membros devem assinar contratos afirmando que jamais irão recorrer à ajuda psiquiátrica quando acharem que precisam de ajuda.

piod_museum_warning.jpg

Aviso no Museu anti-psiquiatria criado pela Cientologia em Los Angeles: “Psiquiatria – a Indústria da Morte”: Os “tratamentos” danosos e letais da Psiquiatria tem uma péssima reputação. As organizações Psiquiátricas afirmam que seus métodos mudaram. Esta exibição irá mostrar os fatos. Você decide.”

piod_museum_eugenics.jpg

Painel exibido no mesmo museu: segundo a Cientologia, a Psiquiatria foi a idealizadora da ascensão de Hitler e do Holocausto. Instituições judaicas já afirmaram que esta afirmação é improcedente.

Vejam abaixo um vídeo de um protesto da CCHR:

Segundo o próprio Tom Cruise, os cientologistas são os verdadeiros “doutores da mente humana”.

A Cientologia, como já vimos, utiliza-se unicamente de vitaminas, saunas e massagens para curar qualquer doença. As vitaminas também fazem parte das etapas de recrutamento (no programa de “desintoxicação” e também substituem medicamentos prescritos por médicos tradicionais.

O website Whyaretheydead.info traz informações sobre este ato irresponsável dos cientologistas. Algumas vítimas da prática ilegal de medicina da Cientologia:

Heribert Pfaff. Morreu no quarto 758 do Hotel Ft. Harrison (Hotel da Cientologia). Sofreu um ataque epilético, pois seu médico cientologista havia substituido seu medicamento para eplepsia por vitaminas.

Gabriella Bramucci. Parou de tomar medicamento contra o câncer de mama. O câncer se espalhou. Seu marido, que também era cientologista, disse que segundo a Igreja todas as doenças são psicossomáticas, e portanto eles estavam tratando seu câncer com o toque das mãos.

Sue Muller. Mesmo caso de Gabriella Bramucci. Câncer de mama tratado com toque das mãos e vitaminas.

Elli Perkins. Assassinada pelo próprio filho Jeremy, que suspendeu o tratamento psiquiatrico que seguia antes de entrar na Cientologia, e passou a ser tratado com vitaminas.

Clique AQUI para abrir o índice dos posts mais importantes a respeito da organização criminosa autodenominada religião (O que é Cientologia, Dianética, Quem foi seu fundador L. Ron Hubbard, O Grande Segredo da Cientologia)

15 thoughts on “Cientologia e Psiquiatria

  1. A assinatura de L. Ron Hubbard do seu site não é legítima.
    Vocês são tão idiotas que nem conseguem cometer crimes com eficiência.
    Se por acaso não sabiam: falsificar assinatura é crime e será denunciado.

  2. Interessante a crítica. Agora entendo o porquê destes charlatões serem contra a “psi”. Infelizmente eles tem o poder do placebo (já comprovado cientificamente, com melhora entre 20 a 35%), então detêm entre 20 a 35% dos pacientes que iniciam tratamento.

  3. Será que alguém acredita naquela “carta” do Sr Hubbard. ~Um indíviduo que teve mais de uma dúzia de profissões, pilotava aviões, possuía barcos, gostava de motos. Um individuo alegre e produtivo. Escreveu centenas de livros, milhões de palavras. Descobriu a forma como funciona a mente. Como pode uma pessoa destas pedir ajuda psiquiátrica? então eu já não tenho cura! estou morto! – aconselha-se a quem tem curiosidade de saber o que é a cientologia, experimentar em vez de emprenhar pelos ouvidos.

  4. L. R. Hubbard é um mentiroso contumaz. Abandonou a Universidade por ser um aluno menos do que medíocre. A carta foi escrita por ele sim e além de ter pedido ajuda psiquiátrica quando ele morreu ele tinha tomando uma “psych drug” que sua seita tanto reprime.

    “A organização (a Igreja da Cientologia) é claramente esquizofrênica e paranóica, uma combinação bizarra que aparenta ser um reflexo de seu fundador LRH. As evidências apontam para um homem que tem sido virtuosamente um mentiroso patológico com relação à sua história, passado e suas conquistas”

    Processo n°. C 420153 da Corte Superior de Los Angeles (Juiz Paul G. Breckenridge, 1994).

  5. Engraçado que os scilons aí nada comentaram sobre os 4 cassos de assassinato pela sua seita lunática. Me parece que a única falha do artigo foi dizer que o bígamo procurou ajuda psiquiátrica. Isso é um problema, matar pessoas não

  6. Sinceramente, ainda ninguem deu provas de como porque assim ou assado, uma é melhor do que a outra. Acho que a Cientologia perde muito quando vem com essas ameaçar de “vou processar” acho que isso mostra muita fraqueza e falta de argumento.

  7. Quem já sofreu os efeitos danosos das medicações prescritas por estes soldadinhos da industria dos medicamentos, sabe do valor que um material como
    Psiquiatria: uma industria da morte tem….Psiquiatria
    é uma pseudo ciencia sem embasamento.
    Quem dedica sua vida baseado nos conceitos, nos quais se baseia a psiquiatria, esta a desperdiçar sua vida e unicamente fazer o mal a seus semelhantes.
    Mais um castelo de cartas q cae.
    A verdade revelada em relação a este sistema criminoso.

  8. você é um lixo. acho legal que nos eua pacientes tao matando psiquiatras. não esqueça que humanos sentem ódio, e o ódio é o que essa elite global mais teme. você diz que cientologia quer controlar o mundo, mas e a indústria farmacêutica que é parte das elites globais? você merece a morte teu lixo

  9. Todo mundo sabe que a cientologia defende a antipsiquiatria por causa do tomaz szazs. E todo mundo sabe que o dsm e anticientifico e doença mental nao existe. O que e chamado de esquizofrenia hj pode ser uma psicose grave ou uma psicose porcaria de qualquer forma e competencia dos neurologistas resolverem.. Ma a maioria das pessoas acham que a psiquiatria deve ser reformada quando na verdade deve ser abolida. Uma coisa e cientologia outra coisa e antipsiquiatria e seus rotulos se vc excluir os argumentos em defesa da cientologia os da antipsiquiatria vao continuar existindo por si so . O dsm tem mais de 800 rotulos psiquiatricos .. Td mundo sabe que existem problemas de ordem politica disfarçados de disturbio.. Td mundo conhece o passado pantagruelico da psiquiatria.. Td mundo sabe que muitos disturbios que nao sao doenças podem ser amenizados com pisicoterapia sem calmantes tarja preta

  10. Se qualquer um usar a dinamica da caixa de bombom conseguirs separar os argumentos religiosos da cientologia dos argumentos da antipsiquiatria.. Td mundo sabe que religiao e psiquiatria da dinheiro. Td mundo sabe que Deus nao existe. Mas as pessoas escolhem diferentes ideologias e juntam elss isso e a dinamica da caixa de bombom vc escolhe ideologias e despresa outras que vc nao gosta. Td mundo sabe disso td isso nao e novidade pra ninguem.

  11. Ae galera tem material de antipsiquiatria em ingles, françes e italiano e espanhol se vcs souberem ler: Carlos Perez Soto, David Cooper, Michel foucaut, Franco Basaglia, Niall mclaren,Tomaz szasz etc…

  12. Boa noite, encontrei este “blog” se é que assim se pode chamar, por questões judiciais pois a minha intenção é mesmo processar essa pseudo-ciência… chamada de psiqmerda.
    Só quem já passou é que pode falar… eu li tudo o que foi escrito e todos os comentários… e tenho pena da ignorância de certas pessoas… a pessoa que escreveu este post deve ser psiquiatra ou relacionado com a área… ou ligada á maçonaria ou alguma entidade corrupta que até mesmo lhe pode ter pago pra fazer este post sem qualquer sentido, enfim existe de tudo no mundo e quantos sites todos os dias são criados a lamber o cu da psiqmerda? Quantos?
    Sem querer ofender o autor deste blog… aconselho-te 2 coisas, primeira que te informes, estudes, vás á fonte da fonte… que saibas do que estás realmente a falar e depois deixa de ser lambe cus do sistema porque isso não te vai levar a lado nenhum…!
    Eu posso dizer que sou uma pessoa bem informada, tenho bastante conhecimento em muitas áreas mas mais importante que isso, passei na pele e tenho alguém muito mas muito próximo que passa na pele diariamente aquilo que se chama de “doença mental” há já muitos anos… só quem sabe o que essas pessoas passam, só quem vê o seu declínio diariamente, só quem vê tudo o que eles perderam, o como são julgadas, o como são criticadas pela sociedade, os danos físicos e mentais a que chegam… enfim só aí se pode falar e ter alguma opinião e não pessoas como tu… lamento mas não sabes do que falas, ou aliás tu até sabes mas por questões que tu lá saberás preferes ficar do lado “deles”… porque em pleno século 21, e actualmente ano 2016 só é ignorante quem quer… tanto é que para todos nós que estamos aqui, temos de usar a internet, portanto se faz favor vê o outro lado da moeda e não aquilo que é o mais fácil… aquilo que o sistema quer que tu apenas vejas ok?
    Eu não sou apoiante da Cientologia… gosto do lado deles anti-o que for… a questão de serem auto-didatas… a questão de serem independentes ao sistema e de formarem as suas ideias por si próprios mas mais importante do que isso, a lógica… qualquer pessoa sem estudos e sem qualquer merdice científica chega onde for… é uma questão pura de lógica e é aí que eu me interesso… com certeza existe coisas que não concordo na Cientologia pois acho muito sinceramente descabidas… mas em ambos os lados, aliás em qualquer coisa na vida, existe sempre 2 lados da moeda… o mal e o bem andam sempre de mão dada.
    Quero acrescentar que não tenho religião portanto essa conversa de religiões num assunto que nada tem a ver com religião esquece… tal como não tenho partido politico, tal como portanto não voto, tal como por ex. não vejo futebol… tudo isso pra mim é ridículo… tudo isso existe apenas para elevar os interesses de quem nós sabemos… portanto como podes ver sou uma pessoa de mente aberta que não liga ao básico… ao rasco, ás chamadas ideias pre formatadas que nos são impostas todos os dias… mas atenção não me acho mais do que ninguém, aliás quem me conhece sabe que uso muuuito uma expressão que é: ninguém esta acima de ninguém… ponto, e isso aplica-se obviamente a mim também… como vês sou uma pessoa muito justa, correcta, e apenas sou uma pessoa que perde tempo e importasse com o que realmente interessa.
    Se esquecermos a Cientologia… e pensarmos em lógica e sobretudo história, porque tudo na vida tem um começo entendes? Tens que saber separar as coisas… e portanto verás que a psiq… já vem desde os anos 1700 e tal… nessa altura com certeza podia ser conhecida por outros nomes também e conceitos, enfim… verás que as ideias em que se baseavam eram no minimo completamente loucas… nessa altura não reinava propriamente o poder e lucro como na nossa sociedade hoje em dia com as industrias farmacêuticas, reinava sim o descobrir á força algo impossível de descobrir daquela forma… não porque não pudessem mas sim porque a forma que o faziam era completamente errada. Se leres um bocadinho verás como as coisas funcionavam… como os diagnósticos eram feitos, verás que por falta de informação os próprios familiares (se visto hoje, seriam vistos como criminosos e cúmplices dos próprios psiq.) faziam coisas e concordavam com coisas completamente horríveis… esqueces-te dos famosos electro-choques praticados não há muito tempo, década de 60 e antes?
    Procura fotos e videos… e tudo isso partiu donde? Da psiq… Tratar pessoas como bichos? Nessa altura quantas pessoas morreram sabes me dizer? Mundialmente sabes me dizer? Não sei se ouviste falar duma série chamada de Bedlam… que retrata com outro contexto um dos mais famosos hospitais psiquiátricos da Inglaterra onde foram feitas coisas muito más… Deverias ver fotos e videos de pessoas completamente a deitar fumo… a ter convulsões… quase os olhos a explodir… enfim nem vou continuar… isso fisicamente, porque mentalmente o seu cérebro ficou geleia… quem eram, o que foram, onde estão etc… desapareceu.
    Ficaram vazios e MORRERAM ABANDONADOS COMO CÃES! Depois a indústria começou a dar passos maiores e maiores e apareceram os fármacos… que nós bem sabemos, tu achas que um fármaco não tem o mesmo poder que um electro-choque (podia falar de lobotomias mas recuso-me), pergunto eu? Se disseres não estás extremamente errado, obviamente que não será na hora mas a médio longo prazo verás como que os mesmos efeitos no cérebro da pessoa, e praticamente irreversíveis… se tu beberes álcool todos os dias durante 20 anos, eu pergunto como fica o teu figado e rins? Tem recuperação se parares? O mesmo se aplica ao cérebro todos os dias a receber os componentes químicos dos fármacos… é exactamente igual… não vejam o cérebro como algo diferente do resto do corpo… ele é mais complexo sim mas são deixa de ser um órgão!
    As pessoas não querem ter o trabalho de pesquisar… só querem julgar e criticar… dá trabalho saber isto tudo? Dá e muito… porque atrás duma fonte, existe sempre outra e outra e outra… é como uma boneca russa e claro paralelamente atrás de um interesse existe outro e outro e outro… é um assunto muito complexo… daí uma pessoa ter que dominar algumas áreas como história, politica, alguma psicologia… não aquela que sabemos, falo psicologia da vida… a verdadeira, ciências também… estar a par da evolução de x área na ciência, saber os seus progressos e não progressos… é no fundo montar um puzzle, todas as peças tem de estar hiperligadas umas ás outras, afinal é isso mesmo o sistema e ele tanto dá para o bem como para o mal.
    Quando os fármacos entraram em vias comerciais digamos assim, foi o maior sucesso mundial… em poucos meses todos os hospitais no mundo estavam a da-los aos doentes, para mim foi aí que começou a era dos drogados (olhem pros dias de hoje), essa história do mais ou menos invasivo para mim entra num ouvido e sai no outro lamento… a médio longo prazo vocês iram ver o “menos invasivo” e perceber que é tudo bluff caros amigos, com os anos a passarem lá vieram eles com a expressão de medicamento de 2ª geração… de 3ª geração, da best geração (parece que estão a vender telemóveis) aquando falamos da SAÚDE duma pessoa, o que posso dizer é que de geração em geração nada muda para melhor, até porque esses “medicamentos” nenhum bem fazem, apenas camuflam os sintomas e dão uma sensação de melhor estado (estilo sedativo) e repito sei do que falo… claro que depende de que medicamentos estejamos a falar e que doses… se for um medicamento fraco com uma dosagem fraca, não deixa de fazer mal mas depende do caso de cada um.
    Para mim existem sim doenças mentais, eu não as trato por esse nome e prefiro chamar doenças neurológicas / físicas, está tudo associado, claramente não aprovo a forma como são tratadas, de modo algum… eles dão o nome de bipolares, eu prefiro dizer que a pessoa tem vários estados de emoção… eles dizem esquizofrênicos, eu prefiro dizer que são pessoas que veem coisas e ouvem vozes… os nomes finórios que dão aos diagnósticos é-me irrelevante porque é com isso mesmo que eles criam cada vez mais diagnósticos baseados em nada… gostava que o autor deste site comprasse o manual de diagnósticos da psiquiatria porque ele existe, podes comprar no eBay ou coisa assim e fosses ler com atenção a estupidez de quase 400 “diagnósticos mentais” que ali estão relatados, e passas duma folha para a outra e outra e outra e verás que (x) diagnósticos só mudou o nome… é ridículo, verás também que qualquer pessoa que aqui comentou, eu, tu ou qualquer pessoa no mundo pode ter um daqueles diagnósticos… dado que os diagnósticos foram criados através de comportamentos (dizem eles) e quantos não foram e são feitos a ir á casa de banho só porque lhes apeteceu… mais se te informares na área da saúde, verás que a indústria farmacêutica faz desses médicos cães (coitadinhos… oh oh) e impinge-lhes de x em x tempo criarem novos diagnósticos… alguns desses diagnósticos mudam de nome (já estão obsoletos) e os medicamentos na verdade mudam de nome, caixa, cor, tamanho… mas é tudo a mesma charadice… o que interessa é vender e atenção nem falo das comissões que os psiq. recebem por baixo da mesa por cada paciente novo que lhes aparece.
    Se achas isto tudo mentira tenho uma proposta para ti… se não fores psiq. obviamente, nem lambe cus do sistema, nem de nenhum tipo do que disse lá acima, e pensando apenas que tens as ideias um bocado confusas, é o seguinte:
    Faz-te de doente… imagina, que estás em plena tristeza (não tem de ser muita) que andas angustiado, que até choras ou podes dizer que ás vezes gritas, algo assim… dá a entender que andas assim deprimido (para eles quer dizer depressivo, é logo) e vai ter e dizer isso tudo num consultório dum psiquiatra… dou-te 5 minutos, vá la para não ser mauzinho 15 minutos para saíres de lá com um diagnóstico feito e com receitas na mão… queres apostar? Sem qualquer prova, sem qualquer exame científico, químico (que também não teria muita credibilidade, viria do mesmo lado…), nada, até porque eles não podem provar nada lamento… quem diz que sim está a enganar, eles veem com as serotoninas ou elevadas ou baixas ou bla bla e não serão esses medicamentos que te a vão elevar ou descer lamento… a alimentação má faz a baixar ou elevar… até um dormir mal… lamento nada é tao concreto assim entendes? Obviamente e pensando agora com lógica, sem qualquer estudo em ciências e de forma básica, o figado tem os seus líquidos… os rins também, os pulmões… todos os órgãos tem os seus líquidos internos, onde estão substancias químicas… digamos as nossas drogas naturais do corpo que faz com que tudo trabalhe bem, e que se proteja internamente e externamente, serotonina, adrenalina, muitas coisas acabadas em inas e etc… Imagina que queres saber os níveis da tua adrenalina, é possível? Tem sequer que haver x níveis? Seria fácil para eles dizer que a serotonina esta no cérebro e adrenalina vem de outro lado e sendo assim prontos serotonina – cérebro – claro só pode ser doença mental, por favor… Mas faz o teste, eu vou deixar o meu e-mail aqui em baixo e se alguém quiser me dizer algo esteja na boa… e depois contas-me como foi ok?
    Nada é tao linear quanto assim, até porque cada ser é um ser… com certeza em certas doenças existe a famosa cena do genética e bla bla, se aqui poder haver alguma margem para isso? Talvez… temos o caso da epilepsia… é algo que nasce com a pessoa com certeza… não vejo nada que possa desencadear isso, isto pensando em tudo o que for da sociedade e do planeta em si… se eu for intolerante ao leite, a ovos… ou outra coisa qualquer será genético porque nada levaria a isso após o bébé nascer… nada em geral poderia desencadear isso… agora dizerem que uma pessoa é “biponaoseiquê” ou “esquizofre”… ou “esquizoafec”… ou síndrome não sei do quê, e que é possivelmente genético não havendo outras razões, não acredito… primeira porque não acredito em grande parte da veracidade desses diagnósticos todos e dou-lhes outros nomes como já referi… pensando no que as pessoas se queixam e não em nomes finórios e enganantes, depois existe muitas outras razoes sem serem genéticas para que tal x coisa esteja a acontecer á pessoa… eu até posso dar algum crédito á questão genética mas não a punha em primeiro lugar como se faz e muito e raramente nestas doenças… existe muitas outras causas para estes problemas… e se pensarmos bem qual a melhor forma de calar a boca duma pessoa? É dizer que o problema que ela tem é possivelmente genético… assim não existe mais o questionar ponto.
    Seja qual for a razão… se é que existe razão dado que não podemos ser todos iguais, para mim problemas neurológicos têm outra razão de existir, não daria mais do que 5% de crédito na genética… e os outros 95 por cento deixava para assuntos de trauma e alguns com coisas tao banais mas que aos poucos e poucos afectam o desenvolvimento de um ser até que chega ao ponto mental mais profundo, questões da sociedade, trabalho, família… todos sabemos que um stress exagerado nenhum bem faz, um seio familiar com discussão, violência e vícios também não… as coisas não se dão logo por isso… diria também que outros órgãos podem estar a produzir mais substancias químicas do que devem e que isso pode afectar o cérebro como que algo tóxico que nos mete zonzos e desnorteados, perdidos… temos o caso da tiroide que comprova-se que afecta o cérebro em questões mentais, e reparem onde fica a tiroide… o que não nos faltam é órgãos e substancias químicas que como tudo na vida, demais fazem mal e em deficiência igualmente… podíamos apontar o dedo a qualquer sitio do organismo… todo ele pode causar algum mal ao cérebro em termos mentais, reparem que os vasos sanguíneos menos dilatados (e podemos falar de várias doenças) faz com que o cérebro receba menos sangue o que pode afetar o lado cognitivo… há tanta coisa que podia ser tudo ou nada, cada ser é um ser ponto… agora drogas que só fazem mal, muitas delas imaginem ter um tabela periódica inteira (dos elementos químicos sim) num comprimido, reparem na toxicidade disso tudo no vosso cérebro ao longo de meses, anos, décadas… pior do que isso e este ponto é MUITO IMPORTANTE, esses falsos medicamentos na linguagem deles servem para fazer bem correcto? Já leram alguma bula de um anti-depressivo, anti-psicótico, estabilizador de humor, psicotrópico e bla bla bla??? Imaginem uma pessoa que vai ao psiquiatra porque sente-se mal e até pode ter alguma coisa de verdade, imaginemos… e sai de lá com medicamentos que lhe vão dar entre muitos efeitos isto: alucinações, tendências e pensamentos suicidas, irritabilidade e agressividade, locomoção motora afectada (como um bêbado)… enfim reparem nos 3 primeiros e eu sei do que falo… e não venham dizer que isso acontece em 1 em 10000 porque é mais do gênero 1 em 2 para não exagerar… quer dizer posso estar um pouco deprimido em que isso jamais tem de ser visto como depressão, até porque está na moda a depressão correcto? É isso que a indústria quer, de ano para ano existe cada x mais depressivos (fora o lucro desta indústria que já ascende a mais de 1 trilião de dólares ao ano…) e bla bla sim sim… e pergunto têm mesmo alguma coisa???
    Por favor… e como dizia, mas lá então a pessoa acaba por ir ao psiq… e depois vai tomar algo que lhe dá vontade de se matar? Ou matar alguém? Ver coisas e ouvir vozes? Auto-mutilar-se? (Que essa nem na bula aparece descrita) … mas quem se sujeita a isso? É preferível andar desanimado e deprimido, que aliás isso não é depressão, repito pela milésima vez… olhem os massacres cometidos todos os anos nos USA… quantos deles não tomavam estas drogas? NENHUM! Todos tomavam drogas psiquiátricas, TODOS… e depois que dizem “eles”? Eram louquinhos e então agarraram numa arma e mataram aquela gente toda nas escolas por ex…. ERRADO! Foi exactamente essas drogas que os fizeram matar aquelas pessoas todas… autor deste post… percebes agora a gravidade da situação??? Eu quis deixar este ponto mesmo para o fim para as pessoas perceberem inicialmente quem sou… e o que vivo e vivi… depois aquilo em que acredito, depois um pouco de história e opiniões, e por ultimo o óbvio… tens de admitir que tenho e os restantes que aqui comentaram o que comentaram como eu, ter / termos razão.
    Estas drogas só existem para vender, nada de nada fazem a não ser mal ao cérebro e ao organismo, e depois provocam outros diagnósticos mentais que eles lá inventaram… pensa comigo… dizem que tens depressão… tomas x anti-depressivo mais outras porcarias, começas passado um tempo a ver coisas… dizes isso ao “médico”, ele vai dizer bem a sua doença esta a desenvolver-se e agora já está num quadro de esquizofrenia… sabendo ele que estás a ter o que estás a ter pelos “medicamentos”, SIM PORQUE ELE SABE… e tu sendo leigo e não sabendo nada disso, segues tudo o que vier da boca dum homem só porque é formado (que de formado não tem nada mas sim mais de retardado mental) e por estar de fato, gravata e bata tem toda a credibilidade do mundo, talvez senão fosse corrupto qui ça (ainda existem psiquiatras honestos, poucos… e que o seu método de tratamento não passa pelos fármacos, só em último caso)… por favor, olha para os bancários, mais sanguessugas que aquilo não existe e parecem ser muito credíveis não é? dar confiança assim a uma pessoa? do nosso mais bem que é a saúde?!
    Estamos na era da informação, á sim que saber filtrar essa mesma informação, antes da internet já existiam livros a relatar o que falo aqui, pesquisem… estudos antigos referentes á psiq. que foram completamente abafados e que jamais o público teve acesso, o mal das pessoas é se guiarem só pela televisão, aquando ela própria é manipulada a pedido e favor destas grandes indústrias… pesquisem qualquer grande canal de televisão do mundo, quem é o director, quem é o dono da estação, quem financia o dono, e todas as coisas por trás e ficaram chocados, parte quase sempre tudo de um lado… continuando e quando não souberes que fazer segue o teu instinto… o teu eu interior, todos temos um que nos ajuda nas piores situações… um psiquiatra não é um médico de família… ou um ortopedista ou coisa assim, esses também são uns merdas em muita coisa á que admitir… mas repara que uma gripe, uma tosse, uma dor no joelho, uma dor de barriga, uma gastrite, uma diarreia, jamais e repito JAMAIS É IGUALÁVEL AO TEU CÉREBRO… tudo parte dai, o andares, o comeres, o cheirares, o veres, o ouvires, é tudo dai… toda a informação, estímulo, etc. do exterior que entra, é processada no cérebro e compreendida, tudo em geral é comandado por ele… será que as pessoas querem ser como uns vegetais? Como uma pessoa vegetal? Parece que sim… as pessoas querem curas ou melhoras imediatas e na verdade estão a se matar… claro como água, existe terapias e métodos alternativos e muitos deles milenares que já existiam antes do mundo ser mundo, podem é não ter um efeito tao imediato?!
    Depende do que falemos, mas jamais estarão a FODER o vosso corpo, jamais estarão a se MATAR, e em termos de dinheiro infelizmente e dai dizer que tudo na vida tem 2 lados… em termos actuais os preços são muito paralelos, cabe a vós escolher… eu não falo de situações ligeiras de pouco tempo, eu refiro-me muito ao que eles impingem de DOENÇAS CRÔNICAS, são mais dessas que falo, dado que aí conta e muito o tempo que se está a tomar x medicamento… além disso o sistema está tão beeem montado e mesmo muito na indústria farmacêutica, que em certos medicamentos, x DOSE e x TEMPO, FODE TUDO… se as pessoas os largam vão-se sentir tão mal mas tão mal que têm todos os efeitos secundários 100 vezes mais fortes, eles lá chamam de síndrome de abstinência… portanto pensem comigo, se toma-se faz mal… se deixa-se de tomar pior ainda… isto imaginando já ser alguns anos… então o que se faz? E atenção eu quando digo deixar de tomar não é por completo… falo já em desmames atenção… desmamar uma pessoa com 10 anos a tomar medicação jamais é o mesmo que uma pessoa que toma á 6 meses, 9 meses… é tão complicado mas tão complicado, tudo parece correr bem e no próximo desmame pumbas… as pessoas precisam de muito apoio… que nem sempre dá para ter e falo mais da família… é muito desgastante, precisam de ser informadas do que existe e que as pode ajudar, as alternativas e tudo mais, mas pensem comigo… uma pessoa que está no seu mundo irreal e que quase não sabe quem é… como vai perceber o que lhe estão a dizer e coisas até com alguma complexidade?
    Muito difícil… e precisam sobretudo de força de vontade que foi o que eu tive e muita mesmo… nem que tivesse que berrar comigo mesmo que nem um “louco”, eu consigo, eu quero e vou conseguir, a vida mesmo negra é bela… e que se foda o resto ponto!
    Nem toda a gente tem essa capacidade e não é porque não querem é mesmo porque não conseguem… estão tão cansadas, tão espezinhadas, por tudo e todos, sentem-se tão mal e incapazes, sem ajudas e sem nada… garanto a qualquer um neste blog hoje e para sempre que não é nada mas nada fácil… há casos e muitos impossíveis…. há pessoas que inevitavelmente até podem não ter nenhum “problema mental” (e são muitas…) mas que vão ter que tomar essas porcarias para o resto da vida, porque estão tão dependentes que não conseguem largar… e verdade seja dita, a esse ponto o terem realmente algo ou não, já não importa dado que esses mesmos medicamentos como referi provocam os ditos outros “diagnósticos” ao longo do tempo, quantos não se matam??? E eles lá em cima nas suas megas multinacionais de laboratórios, nas suas empresas de novos e novos produtos, nesta indústria maldita a se rirem como cães satânicos que é o que eles são e mais… PSICOPATAS, QUE NISSO EU ACREDITO.. que eles sim é que são loucos, loucos pelo poder, loucos pelo lucro… e ninguém venha dizer que não é bem assim, pensem nas crianças em África aos milhões que morrem todos os anos de fome e doenças que nos outros lados do mundo estão controladas / erradicadas, realmente a intenção é mesmo mata-las… dado que elas não dão lucro nenhum… verdade? Mas não vou entrar por politicas senão podia escrever um livro… autor não te sintas mal, se te sentires ofendido que te sirva de lição… nós aprendemos com os erros, aos restantes espero que vos ajude… para quem tiver paciência de ler este texto todo… mas quando se quer saber realmente duma coisa a sério não são 5 linhas que nos vai dizer aquilo que buscamos, jamais… isto é uma situação que mexe com muita coisa e tem a sua complexidade.
    Existe alternativas e sempre segundas e terceiras opiniões, se resultam em todos os casos? Depende da gravidade deles e sobretudo ao tempo que estão a usar os tratamentos convencionais… isso faz toda a diferença… existe suplementos naturais (infelizmente a própria indústria dos naturais está a se tornar interesseira como aquela que criticava), existe ervas e plantas medicinais, pesquisem sobre os índios… de certeza que não ouvem falar de índios com depressão nem coisa do gênero, pesquisem medicinas milenares como a chinesa, a indiana… muita da medicina actual plagia a medicina antiga e intitula-se como a descobridora… obviamente que a diferença está no método como usam as substancias químicas, como as sintetizam, o que nelas mais juntam de porcaria, enfim… o aloe vera por exemplo já era usado á mais de 3000 anos no Egipto (Cleópatra usava, diz-se dai ela ter uma pele e beleza indesejável)… certas propriedades em cosméticos já os antigos faziam e usavam há muito… existe tanta coisa… o problema é que nem sempre o que está num suplemento é realmente o que lá diz estar… porque se for as pessoas tratam-se isso sem dúvidas, existe muita planta medicinal, muita erva medicinal, atenção ás venenosas caso se ponham a procurar aí no jardim… não façam sem conhecimento, muito importante e isto é metade do trabalho feito, boa alimentação… devemos consumir alimentação alcalina e não ácida… dá trabalho e mudança? paciência… mas mais cara não é garantidamente… coisas industrializadas estão cheias de químicos e porcarias propositadamente como se sabe… não digo fazer alimentação vegetariana nada disso, é cortar as porcarias que nós sabemos bem quais são, senão sabem pesquisem alimentos ácidos vs alcalinos… consumir muitos verdes, que desintoxica o corpo em geral e mais ainda ter / estar tomado aqueles “medicamentos”… muita fruta, que está cheia de vitaminas, uma pessoa num paraíso tropical podia sobreviver só com frutas por isso vejam só… quantos cancros foram curados, sim curados, apenas com a mudança de alimentação? Pesquisem… alimentos ácidos provocam doenças como o cancro, problemas coronários, avcs… “eles” querem que as pessoas achem ser um grande mal, uma doença sem cura… algo catastrófico, aquando não é e aliás o cancro podia ser erradicado deste planeta se eles assim quisessem, escusado será dizer que o mundo tinha que voltar a ser ao estilo selva para tal ser possível, ora isso não lhes convêm… especiarias muito importante, qualquer coisa pode ser convertida a especiaria desde que reduzida a pó mas refiro-me ás conhecidas, alho, pimenta, cúrcuma… usem e abusem desde que não passem da dose recomendada, façam batidos com essas especiarias, porque podem não notar diferença agora mas na velhice vocês iram ver a diferença, garanto… outra coisa muito importante, exercício físico… não tem de ser ginásio nada disso… obviamente que no gym as pessoas transpiram mais e libertam mais toxinas, verdade seja dita se forem a uma sauna em menos de metade do tempo transpiram mais e libertam mais toxinas no entanto não existe exercício… quem pode financeiramente ir a saunas que vá como um complemento, quem não ou não quer, que faça exercício nem que seja andar uma hora ou correr meia hora todos os dias, REPITO TODOS OS DIAS… cansa, custa, dói é verdade para quem não o faz há muito com certeza… mas depois o corpo habitua-se e aí se darão as diferenças não só físicas, mas MENTAIS… imaginem que são atletas e foquem-se no exercício, tão simples quanto isso… a vossa mente vai ficar outra e á noite como se sentem cansados fisicamente, dormem mais facilmente e melhor.
    Outra coisa muito importante, arranjem sempre algo que fazer… isto tudo serve para qualquer condição… e a nível mental para qualquer uma, mesmo que a pessoa tenha pouca “lucidez” pelas drogas todas que toma, um amigo que vá com ela, um irmão, uma irmã, um pai, uma mãe, uma avó, uma / um vizinha / o… quem for, falo do exercício como falo de outras coisas… o estar em casa não ajuda ninguém… o ser humano ideal é como na selva… em busca, procura, se libertar… abrir a mente, não é estar preso… que não ajuda em nada, REPITO o que interessa é o ter que fazer, o conviver, o socializar… se for época de calor… ir á praia, apanhar sol todos os dias é importante pela vitamina c, apesar de que ir á praia no tempo de frio não é mau de todo, correr á beira mar com as ondas a bater, o cheiro da água salgada e o frio faz bem ao corpo e á alma…. são as pequenas coisas que fazem a diferença, não duvidem… senão se tem amigos (algo que incomoda muita gente, a pessoa deprime-se mais por isso… as pessoas afastam-se de pessoas com x problemas) com o tempo as coisas conquistam-se, primeiro vocês, depois o resto… não se pode exigir tudo ao mesmo tempo… a mente cura-se e cura tudo desde que se queira, obviamente que existe casos com uma gravidade muito maior e tudo o que disse se torna mais complicado mas não impossível, não desistam nem de vocês nem de ninguém, porque é isso que “eles” querem e se nunca conseguirem largar os ditos medicamentos, quer tenham algo ou não… mas que se os tomam há muito isso pouco importa sinceramente, não se sintam mal… há muita gente que tenta e nem ao fim de 10 tentativas consegue e têm várias recaídas… ninguém diz que é fácil, agora continuar drogado e incapaz para o resto da vida só porque é mais fácil, não me parece a melhor escolha… e façam acompanhados, não façam algo sozinhos, porque se algo correr menos bem estará lá alguém para vos ajudar, tentem encontrar um médico das alternativas seja que terapia for… e ele que vos sirva de apoio, independentemente de todo o conhecimento que tiverem á mão… até porque se alguém vos apontar o dedo, vocês têm como se defender (não que precisem claro), porque têm ali um médico tão capaz (mais ainda) para vos ajudar, ninguém em pleno século 21 e ano 2016 é obrigado a seguir o convencional… a ditadura já foi e mesmo nessa altura sempre houve falhas… mau para eles, bom para nós!

    Eu falo de Portugal, e Portugal não é os USA em que existe muitas clinicas e sítios alternativos, com terapias diferentes como existe lá… acupunturas e fitoterapias chinesas até nem é difícil… a questão é que existe muito mais que isso e aí fica mais complicado, isto se querem ir a um espaço físico e falar com alguém cara a cara, depende também da zona e etc, mas a internet dá um jeito nisso :)

    O texto é extremamente longo e já me sinto cansado de escrever, já me dói as mãos mas confesso que me soube bem desabafar sinceramente… já agora chamo-me Leandro e tenho 25 anos.

    Se ajudar alguém com este texto, já valeu a pena… só decidi escrever pelo autor em questão que me provocou um pouco ao ler o que li e saiu-me… o meu e-mail é leandrocas90@gmail.com
    Se alguém decidir dizer algo diga, se for para ofender também podem tendo em conta que sou superior a isso tudo… adeus a todos e hasta psiqmerda!

    Ps: Á medida da minha escrita fui de certo modo me exaltando o que eu próprio estava a escrever porque é algo que mexe comigo e então posso ter dito alguns “palavrões”, é uma questão de exteriorizar e o que tem de sair tem de sair… agradeço compreensão, obg.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s