AFP: Seita da Scientology poderá ser banida da França

Clique AQUI para saber o que é a cientologia ou AQUI para ir ao índice de posts recomendados pelo blog.

Fonte: Agence France-Press

A agência de notícias AFP (Agence France-Press) informa que, no último embate entre oficiais franceses e a controversa religião, a Igreja da Scientology e sete de seus membros serão processados por fraude e por exercício ilegal de farmacêutica.

As acusações decorrem do caso de uma mulher que alega ter pago mais de 20 mil Euros (aproximadamente 52 mil Reais) por cursos, livros, drogas e um “electrômetro”, um aparelho que a igreja diz ser capaz de medir o estado mental de uma pessoa.

Ela alega ter feito os pagamentos após ter sido abordada por scientologists em uma rua de Paris, em 1998.

O caso a ser julgado por uma corte de Paris ainda têm como autores outra pessoa e a Associação Farmacêutica Profissional da França.

Fundado em 1954 nos Estados Unidos, pelo autor de ficção científica L. Ron Hubbard, a igreja da Scientology, que atraiu estrelas de Hollywood como Tom Cruise, foi oficialmente reconhecida naquele país vinte anos mais tarde.

Porém é frequentemente acusada na França e em outros países da Europa, incluindo-se a Bélgica, Alemanha e Grécia, por explorar financeiramente seus membros.

Os seguidores da Scientology devem contribuir financeiramente para os cofres da igreja e atender aos seus cursos para progredirem em seus quadros.

Os scientologists utilizam um específico método de cura espiritual chamado de Dianética, que foi desenvolvido para ajudar a aliviar sensações e emoções indesejadas, medos irracionais e doenças psicossomáticas.

Uma comissão parlamentar da França classificou a igreja como seita.

Críticos da Scientology na França a acusam de pressionar e coagir injustamente seus oponentes, incluindo juízes, advogados, parlamentares e jornalistas que investigarem suas atividades.

A organização frequentemente vai a juízo para levantar acusações de difamação sempre que se sentir atacada.

No caso anunciado na segunda-feira, o Juiz Jean-Christophe Hullin assinou uma ordem acusando a principal estrutura da igreja na França, a ASES-Celebrity Centre, e sua livraria por “fraude organizada“, dizem as fontes.

A ASES e sua livraria poderão ser fechadas se forem consideradas culpadas, de acordo com a fonte envolvida no caso.

Os sete membros da igreja, incluindo Alain Rosenberg, o gerente da ASES-Celebrity Centre, serão julgados por “exercício ilegal de farmacêutica“, disse a fonte.

A decisão do Juiz Hullin em prosseguir com o caso vai contra a opinião do promotor que em setembro de 2004 solicitou o arquivamento do caso por insuficiência de provas.

Olivier Morice, um dos advogados dos autores, disse que a atitude do promotor faz alguém pensar se houve influência política na análise jurídica dos dossiês a respeito da Scientology.

Fonte: BBC NEWS

De acordo com a BBC News, o advogado de um dos autores do processo disse à BBC que, se julgada culpada, a controversa igreja poderá ser banida.

A igreja vem enfrentando feroz oposição na França e na Alemanha, onde foi considerada inconstitucional.

A filial francesa da igreja da Scientology disse ter sido inocentada em ‘inúmeras’ acusações similares, e que por isso tais acusações não deveriam chegar às cortes novamente.

Este caso decorre das acusações feitas por uma mulher que diz ter sido abordada por scientologistas em uma rua de Paris em 1998, que ofereceram à ela um teste de personalidade gratuito.

Olivier Morice, um dos advogados dos autores, diz que o caso poderá ser julgado pela corte ao final do ano ou no início de 2009.

‘OPERAÇÃO COMERCIAL’

A França recusa-se a reconhecer a Scientology como uma religião, catalogando-a como uma operação puramente comercial e mantendo-a sob vigilância.

No ano passado, na Alemanha, os minitros federal e estadual do Interior declararam inconstituicional a Igreja da Scientology, e em 2000 um comitê governamental da França recomendou a dissolução da igreja.

Entretanto, em outubro uma corte espanhola decidiu que a Igreja da Scientology na Espanha deveria reingressar no registro nacional de religiões oficialmente reconhecidas.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s