Um Enigma na Morte do Filho de John Travolta

Clique AQUI para abrir o índice dos posts mais importantes a respeito da organização criminosa autodenominada religião (O que é Cientologia, Dianética, Quem foi seu fundador L. Ron Hubbard, O Grande Segredo da Cientologia)

Fonte: Revista Veja. Edição 2095 (14 de janeiro de 2009)

Por Carolina Romanini

O filho adolescente de John Travolta poderia ter
sido salvo se o ator não fosse adepto da cientologia?

John com a esposa, Kelly Preston, e os filhos, Ella Bleu e Jett

John com a esposa, Kelly Preston, e os filhos, Ella Bleu e Jett

O casal John Travolta e Kelly Preston vive um momento devastador: a morte de seu primogênito. Jett, de 16 anos, foi encontrado desacordado no banheiro da casa de veraneio da família nas Bahamas, na manhã do dia 2. Apesar dos esforços do pai para reanimá-lo com massagem cardíaca e respiração boca a boca, o rapaz não resistiu. A autópsia do corpo, realizada a pedido da família, apontou uma crise convulsiva como causa da morte. Um enigma, contudo, persiste: poderia Jett ter sido salvo, não fosse Travolta um adepto da cientologia? Essa seita bizarra, que faz sucesso entre as estrelas de Hollywood, sustenta que os distúrbios mentais são fruto de fraquezas humanas e que devem ser tratados por meio de “cicatrização espiritual”. Ou seja, nada de remédios. O que isso tem a ver com a tragédia? Bem, o produtor Joey Travolta, irmão do ator, diz que o sobrinho era autista. Mas seus pais se recusavam a admitir isso e a tratá-lo, visto que a cientologia não aceita a existência desse distúrbio.

O assunto é espinhoso desde 2003, quando Kelly Preston comentou os problemas do filho em um programa de televisão. Os Travolta, que têm outra filha, Ella Bleu, de 8 anos, atribuíam as convulsões de Jett à síndrome de Kawasaki. De origem desconhecida, essa doença consiste na inflamação de vasos sanguíneos, principalmente as artérias. Provoca febre alta, inchaço dos lábios e nódulos linfáticos do pescoço, que podem levar a paradas cardíacas e aneurismas. Nos momentos agudos, é possível ocorrerem convulsões. A enfermidade foi diagnosticada quando Jett tinha 2 anos – mas isso só torna tudo mais nebuloso. Os especialistas afirmam que a doença poucas vezes é fatal e raramente atinge crianças de mais de 8 anos. “A síndrome de Kawasaki, quando diagnosticada no início, pode ser tratada em duas semanas, sem deixar sequelas”, diz o infectologista Pedro Takanori, do Hospital das Clínicas, em São Paulo.

Joey Travolta participou das filmagens de um documentário sobre autismo e, segundo um amigo, viu seu sobrinho Jett em cada um dos 65 jovens autistas entrevistados. Hoje, ele faz parte de grupos, ao lado de John Schneider, Jenny McCarthy e Jim Carrey, cujo objetivo é ajudar os pais a lidar com filhos autistas. Apesar de insistir, Joey não conseguiu que o irmão aceitasse a condição do filho. O autismo é um distúrbio que compromete o desenvolvimento de habilidades sociais e comunicativas. Crises convulsivas estão entre suas características. Segundo os advogados de Travolta, o tratamento de Jett combinava a purificação espiritual da cientologia com um anticonvulsivo prescrito por neurologistas. Mas o medicamento mostrou-se ineficaz para conter as crises convulsivas e foi suspenso. A saúde do garoto ficou por conta das bizarrices da seita. Se isso contribuiu para sua morte, talvez nunca se venha a saber.

ATUALIZADO 17/09/2010

Médico afirma que John Travolta foi negligente no socorro ao filho.

“Em entrevista publicada pelo jornal inglês “Daily Mail”, nesta quarta-feira, 15, o médico Tarino Lightbourne afirmou que o ator John Travolta foi negligente no socorro ao filho, Jett. O motivo, segundo Tarino, seria a crença do ator, a cientologia.

Tarino socorreu Jett, de 16 anos, durante uma crise do adolescente nas Bahamas, em janeiro de 2009. O jovem sofria da síndrome de Kawasaki, que provova problemas cardíacos. Ele sofreu uma convulsão e foi encontrado desacordado na banheira de casa. Jett faleceu logo em seguida.

De acordo com o paramédico Tarino Lightbourne, John Travolta teria socorrido o adolescente de forma errônea devido a sua seita, a cientologia. Na época, fontes afirmaram na imprensa que John Travolta não reconhecia os problemas do filho por causa da crença.

O médico afirmou ainda que Travolta preferiu mandar Jett de avião para a Flórida, distante algumas horas do Caribe, mesmo com um hospital a apenas 15 minutos do hotel. Tarino fez o ator assinar um termo de “recusa de atendimento médico” por não permitir levar Jett ao hospital mais próximo. Após um tempo dentro da ambulância, Travolta mudou de ideia.

Tarino Lightbourne junto com a ex-senadora, Pleasent Bridgewater, e o motorista da ambulância foram acusados de ameaçar John Travolta, dizendo que entregariam esse documento à mídia, se o ator não pagassem 25 milhões de doláres. Todos negam a acusação.

Nessa segunda, 6, o juiz de Bahamas arquivou o processo a pedido de John Travolta. O ator disse em comunicado: “Era o momento de colocar um ponto final nessa história. Isso causou a minha família um estresse e sofrimento inacreditáveis”.

O advogado dos réus não foram contra o arquivamento do processo. Contudo, na entrevista ao “Daily Mail”, Tarino explicou que durante todo o processo, que começou em setembro do ano passado, ele foi apontado por várias pessoas como um criminoso e ainda perdeu o emprego. “Gostaria que o processo continuasse para poder limpar meu nome e conseguir minha dignidade de volta”, explicou.”

Clique AQUI para abrir o índice dos posts mais importantes a respeito da organização criminosa autodenominada religião (O que é Cientologia, Dianética, Quem foi seu fundador L. Ron Hubbard, O Grande Segredo da Cientologia)

Anúncios

17 thoughts on “Um Enigma na Morte do Filho de John Travolta

  1. é um louco. ! Sei que Deus ( e somente Ele é capaz de curar até um autista) mas acreditar piamente em autores de livros de ficção científica (que têm a mente lunática) e fazer disso uma religião, aí já é falta de reaponsabilidade, falta de humanidade e e opior de tudo de amor paterno!! é uma pena…

  2. eu fiquei triste por que Jett morreu voces deve estar muitos tristes mais eu sou a fã de kelly preston.

    leila:

    um beijo

  3. O casal John Travolta e Kelly Preston vive um momento devastador: a morte de seu primogênito. Jett, de 16 anos, foi encontrado desacordado no banheiro da casa de veraneio da família nas Bahamas, na manhã do dia 2. Apesar dos esforços do pai para reanimá-lo com massagem cardíaca e respiração boca a boca, o rapaz não resistiu. A autópsia do corpo, realizada a pedido da família, apontou uma crise convulsiva como causa da morte. Um enigma, contudo, persiste: poderia Jett ter sido salvo, não fosse Travolta um adepto da cientologia? Essa seita bizarra, que faz sucesso entre as estrelas de Hollywood, sustenta que os distúrbios mentais são fruto de fraquezas humanas e que devem ser tratados por meio de “cicatrização espiritual”. Ou seja, nada de remédios. O que isso tem a ver com a tragédia? Bem, o produtor Joey Travolta, irmão do ator, diz que o sobrinho era autista. Mas seus pais se recusavam a admitir isso e a tratá-lo, visto que a cientologia não aceita a existência desse distúrbio.

    O assunto é espinhoso desde 2003, quando Kelly Preston comentou os problemas do filho em um programa de televisão. Os Travolta, que têm outra filha, Ella Bleu, de 8 anos, atribuíam as convulsões de Jett à síndrome de Kawasaki. De origem desconhecida, essa doença consiste na inflamação de vasos sanguíneos, principalmente as artérias. Provoca febre alta, inchaço dos lábios e nódulos linfáticos do pescoço, que podem levar a paradas cardíacas e aneurismas. Nos momentos agudos, é possível ocorrerem convulsões. A enfermidade foi diagnosticada quando Jett tinha 2 anos – mas isso só torna tudo mais nebuloso. Os especialistas afirmam que a doença poucas vezes é fatal e raramente atinge crianças de mais de 8 anos. “A síndrome de Kawasaki, quando diagnosticada no início, pode ser tratada em duas semanas, sem deixar sequelas”, diz o infectologista Pedro Takanori, do Hospital das Clínicas, em São Paulo.

    Joey Travolta participou das filmagens de um documentário sobre autismo e, segundo um amigo, viu seu sobrinho Jett em cada um dos 65 jovens autistas entrevistados. Hoje, ele faz parte de grupos, ao lado de John Schneider, Jenny McCarthy e Jim Carrey, cujo objetivo é ajudar os pais a lidar com filhos autistas. Apesar de insistir, Joey não conseguiu que o irmão aceitasse a condição do filho. O autismo é um distúrbio que compromete o desenvolvimento de habilidades sociais e comunicativas. Crises convulsivas estão entre suas características. Segundo os advogados de Travolta, o tratamento de Jett combinava a purificação espiritual da cientologia com um anticonvulsivo prescrito por neurologistas. Mas o medicamento mostrou-se ineficaz para conter as crises convulsivas e foi suspenso. A saúde do garoto ficou por conta das bizarrices da seita. Se isso contribuiu para sua morte, talvez nunca se venha a saber.

  4. é um louco. ! Sei que Deus ( e somente Ele é capaz de curar até um autista) mas acreditar piamente em autores de livros de ficção científica (que têm a mente lunática) e fazer disso uma religião, aí já é falta de reaponsabilidade, falta de humanidade e e opior de tudo de amor paterno!! é uma pena…

  5. “Contudo quando vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra?” Lucas 18:8

  6. Nenhum pai deseja a morte de um filho, e cada um educa e cuida de seus filhos dentro da filosofia de vida que acredita ser a melhor. Essa liberdade de escolha é um direito de todos e não devemos julgar. Seja qual for as escolhas sempre havera falhas e sempre estaremos sendo alvo de criticas de oportunistas que querem promover outras ideias. O preço dessa liberdade é assumir as consequencias das escolhas feitas. Nesse sentido eu acredito que o correto é respeitarmos a dor pessoal dele pelo menos em retribuiçao ao seu trabalho que tantas vezes nos emocionou, nos fez sonhar e hoje nos tras boas lembranças.

  7. Só há verdadeira escolha quando a pessoa está em posse de suas faculdades mentais, no caso dos seguidores da cientologia já não possuem tal posse.

    Essa seita é tão danosa que já matou muitas pessoas, muitas mais do que se tem tomado conhecimento.

    Nós, os quais ainda temos capacidade de discernimento, temos o dever de combater combater essa ideologia louca e prevenir que isso se instale no Brasil.

    Temos que fazer um esforço tremendo, onde o bem não comparece o mal prevalece, então meus caros, façamos tudo o que pudermos para o bem de nossos próximos.

    Imaginem se algum familiar seu entra numa dessas? Perdera seu dinheiro, suas posses, seu trabalho, sua dignidade, seus amigos e até a vida. E no processo levará muitas outras pessoas consigo.

    É um perigo real, não vamos subestimar a cientologia, suas técnicas são muito eficientes e podem pegar até pessoas inteligentes.

    Avise a todos, nunca, nunca deixar que eles façam seus testes em você, nunca conversar com eles por muito tempo, nunca dar informações pessoais suas e de outrem, caso contrário encontrarão um brecha e a explorarão sem dó.

    Eles não querem só seu dinheiro, eles não querem só sua participação, eles querem você, querem que você seja um com o objetivo deles.

    E mesmo que você não caia no momento, se perceberem que você está passando por um momento ruim, vão aproveitar.

    Mas juntos nós podemos impedir tudo isso!

  8. Esse tal de Deus “faz” uma pessoa nascer autista e depois a cura? Que irônico ele, não?

  9. Infelizmente já se pode fazer mas nada neste caso, espero sinceramente que a família Travolta acorde e faça a justica com quem realmente mereça, infelizmente o paramedico é quem pagou o pato de ter prestado o atendimento.

  10. ÓH! Lila, não é o “tal” de Deus, é Deus! Quer você acredite ou não. O autismo é consequência do mal uso da liberdade humana. É um problema genetico. Deus criou o homem perfeito e lhe deu liberdade para viver, mas o homem vive de qualquer jeito, portanto a origem de doenças como o autismo não é de Deus, e sim do homem. Pense bem antes de dizer coisas acerca de Deus.

  11. Com certeza absoluta ELE é o DEUS que cura, liberta e salva a todos e que pode realmente tudo, até livrar do autismo, cancer, e por ai vai….. até a loucura das pessoas em se filiarem a uma “doença degenerativa”, fisíca e piscológica como essa e que é abrangente, e ataca a todos e de uma vez só, sem piedade.
    E ainda tem a sua influência macabra nas crianças. É muito triste mesmo. Só que existe nesta seita um conceito estranho, de perseguir e tocar terror, que realmente eu não entendo aonde eles querem chegar, pois já está ficando quase que oficial suas aberrações e escandalos.Tá certo, muita gente ainda não a conheçe mas, seguindo desta maneira graças a DEUS Todo Poderoso, logo poderemos indentificá-los e obviamente afastá-los de nossas vidas, filhos, parentes, conheçidos e amigos e não conheçidos também. Deve-se agora que já está instalado esse caos, tomarmos então a vacina de prevenção e avisarmos a todos independente de qualquer credo, conceito, filosofia ou doutrina. E isso deve ser feito em união mundial e sem contendas, para podermos melhor administrarmos essa estratégia, que ao meu ver um mero mortal e com toda a modéstia, me pareçe ser uma das mais razoáveis e racionais, vamos dizer assim.
    É preciso se ter sabedoria, para avistá-los e saber quem são e coragem para dizer com toda força : FORA THETANS DE TODAS AS NOSSAS VIDAS !!!

  12. Olá meu nome é Alba e minha filha teve a síndrome de Kawasaki, doença cruel que castiga nossos filhos deixando traumas em seus corações ,foi nosso Senhor Jesus cristo queme ajudou e está curando a minha filha , aquele mesmo Deus que nunca me abandonou em muitos momentos em que sofria com a dor dela .

    Meu grande e amigo Deus!!

  13. Esse John Travolta hein? Culpando o médico e o acusando de extorsão…. Safadinho, acabou com a carreira do médico e na verdade era ele que não queria levar o próprio filho para o hospital. Ninguém sobe na vida à toa, muitos vendem a alma e sacrificam os filhos…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s