Controle Mental da Cientologia – parte 3

Clique AQUI para saber o que é a cientologia ou AQUI para ir ao índice de posts recomendados pelo blog.

Para uma melhor compreensão deste texto, recomendamos também ler a experiência de um jornalista português que passou 3 meses com a Cientologia em Portugal (clique AQUI).

Clique AQUI para ler a parte 1 ou AQUI para ler a parte 2 desta matéria do website Ask the Scientologist, que publicou uma pequena série de textos a respeito do controle mental feito pela Scientology.

Controle Mental da Cientologia – parte 3

“No Controle Mental da Cientologia – parte 1, nós mostramos como simples definições podem mudar a forma das pessoas pensarem. Naquele exemplo, o “Hubbardês” entheta e theta fazem com que o cientologista rejeite informações negativas (entheta) a respeito da igreja mesmo que sejam verdadeiras, e aceitar informações positivas (theta) mesmo que sejam falsas.

Entretanto, eu não quero dar a impressão de que essas são as únicas palavras e o único conceito que distorce a habilidade dos cientologistas de controlar seus pensamentos. Existem muitas, muitas palavras, frases e outros conceitos cientólogos que trabalham nessa direção.

Um dos conceitos mais persuasivos e poderosos utilizados no controle mental é a chamada seqüência “Overt-Motivator“. Isto é, na realidade, a reinvenção de Hubbard do famoso  Karma. Em resumo seria o seguinte: uma pessoa faz algo ruim (um “overt”) e conseqüentemente, essa pessoa “provoca” (faz algo acontecer a si mesmo) alguma coisa ruim (o “motivator”) como um fato posterior justificado pelo overt anterior.

Compreendeu? Se alguma coisa ruim acontece a você, é por que você “provocou” isso — é por causa dos seus “overts”!

Entenda que, na Cientologia, isso é uma verdade absoluta. Qualquer coisa que aconteça a você, a culpa é sua!

Se a turbina de um avião se desprende e cai sobre você, a culpa é totalmente sua. Como pode ser isso? Bem, provavelmente é porque em alguma vida passada você jogou uma turbina de avião sobre alguém — ou sobre alguma coisa.

Viu? É tudo culpa sua.

E algumas manifestações provocadas por um “overt” são as suas reclamações a respeito do que aconteceu com você. A resposta cientológica a alguém reclamando sobre algo que fizeram à ela é: “O que você fez?

Isso é um componente muito importante no controle mental por parte da Cientologia.

Agora, você deve ter percebido que esse conceito não inclui a própria igreja da Cientologia ou David Miscavige, e jamais incluiu o próprio L. Ron Hubbard. Se algo de ruim acontece a Miscavige ou a Cientologia, é porque eles somente fazem o bem — e as pessoas más  estão os atacando. Quando Miscavige reclama de algo que foi feito à ele, ele continua sendo a única pessoa bondosa nas proximidades. Nada de “overts” ali!

Então, para nos atingir, isso significa que você não deve reclamar nunca.

Se você tem grandes dívidas por pagar muito dinheiro à Cientologia — a culpa é toda sua.

Se você não recebeu os ganhos esperados da Cientologia — a culpa é sua.

Se você cuidou de seus negócios de acordo com os ensinamentos de Hubbard mas sua empresa faliu — a culpa é toda sua.

E eis aqui o ponto principal: Tudo o que a igreja da Cientologia fizer contra você é culpa sua! E você não pode reclamar jamais.

Se a igreja, ou Miscavige, fizer algo prejudicial a você — você “provocou”.

E ai de você se reclamar ou sequer dizer que isso não está certo. Se você fizer isso, terá sérios problemas! “O que você fez? São seus “overts”! É tudo por causa das coisas ruims que você fez!”

Assim, os cientologistas nunca reclamam. Mais ainda, para não terem problemas, eles na verdade mentem e dizem “Eu estou feliz, tudo está bem!”

Controle Mental da Cientologia: É tudo culpa sua, você é o criminoso, então cale-se e “seja feliz!”

Portanto, para os cientologistas, eis aqui um exercício mental: Por quê vocês não aplicam o mesmo critério em Miscavige e a igreja da Cientologia exatamente a mesma coisa que eles impõe a você?

* Miscavige constantemente reclama a respeito de tudo, do que fizeram com ele, que crimes eles cometeram contra ele, o quão mal todos os demais são. Seus ataques são famosos. Então pergunte-se: Quais são os seus crimes?

* A igreja da Cientologia está em colapso. Governos estão investigando e levando organizações cientólogas para as cortes. Estão surgindo protestos — e eles não estão parando. Processos são ajuizados contra a igreja. Pessoas estão abandonando e muitas poucas pessoas estão ingressando. Coisas ruins estão acontecendo à igreja ao redor do mundo. Então pergunte-se: O que a igreja fez para “provocar” isso?

Hein?

Não estou dizendo que toda essa teoria “Overt-Motivator” é absolutamente correta, mas se você acredita, então aplique-a a Miscavige e a Cientologia. O que eles fizeram?

Então procure as respostas. Vocês irão aprender muito.”

Escrito por “Just Bill” do blog “Ask the Scientologist“.

Advertisements

One thought on “Controle Mental da Cientologia – parte 3

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s