Revista Superinteressante: Nos Embalos da Cientologia

Clique AQUI para abrir o índice dos posts mais importantes a respeito da organização criminosa autodenominada religião (O que é Cientologia, Dianética, Quem foi seu fundador L. Ron Hubbard, O Grande Segredo da Cientologia)

Revista Super Interessante n°. 254 (Julho de 2008)

A Revista Super Interessante, em sua edição 254 de julho de 2008, traz uma interessante matéria a respeito da seita da Cientologia (Church of Scientology).

Há alguns pontos a serem atualizados, mas seu conteúdo é bastante esclarecedor. Tomei a liberdade de inserir alguns links de outros posts deste blog que se referem ao assunto discutido na matéria.

Parabéns para a equipe da matéria e para a revista Super Interessante.

Xenu, Tom Cruise, John Travolta e Katie Holmes

Lorde Xenu, Tom Cruise, John Travolta e Katie Holmes

NOS EMBALOS DA CIENTOLOGIA

Viagens espaciais, aliens, poderes paranormais, brigas na justiça e muito dinheiro. Como a religião criada por um escritor de ficção científica conquistou as estrelas de Hollywood e deu origem a um império de R$ 800 milhões.

Texto: Rafael Tonon
Design: Josi Campos
Ilustração: Rômulo Pacheco

75 milhões de anos atrás, o Universo estava superlotado. Para resolver o problema, o imperador galático Xenu decidiu apelar para o genocídio. Fez trilhões de prisioneiros, trouxe-os até a Terra em naves espaciais e jogou bombas atômicas para acabar com todo mundo. Só que as almas desses seres, chamados thetans, ficaram vagando por aqui até encarnar nos primeiros Homo Sapiens. E esse é o motivo de todos os conflitos e angústias da humanidade. Parece um roteiro de filme B, mas é o fundamento de uma religião: a cientologia, que ficou famosa nos EUA como “seita das celebridades“. Com o astro Tom Cruise na função de vice-líder, a seita tem ou já teve como adeptos, entre outros, as atrizes Juliette Lewis, Nicole Kidman e Nancy Cartwright (que faz a voz do personagem Bart Simpson), os atores Will Smith, John Travolta e Christopher Reeve, o cantor Beck e até o comediante Jerry Seinfield – que, mesmo ironizando a cientologia em sua série de TV, admitiu ter feito cursos ministrados pela seita. Por trás de todo esse glamour, existe um lado negro. Acusações de corrupção, lavagem cerebral, conspirações contra dissidentes e uma briga feroz contra a internet (os ensinamentos da cientologia são secretos, e a seita faz de tudo para evitar que caiam na web). Mas como uma religião tão estranha conseguiu um império de R$ 800 milhões, que diz ter adeptos em 156 países? O que realmente acontece nos cultos da cientologia? E por que ela faz tanto sucesso em Hollywood?

Continuar a ler

Anúncios

O Grande Segredo da Cientologia

Clique AQUI para abrir o índice dos posts mais importantes a respeito da organização criminosa autodenominada religião (O que é Cientologia, Dianética, Quem foi seu fundador L. Ron Hubbard, Operações Criminais Conduzidas pela Organização)

Segundo a própria organização, Cientologia é “uma filosofia religiosa aplicada” ao indivíduo, e o movimento religioso que mais cresce no mundo inteiro, cujo objetivo é permitir o ser humano entender sua vida e a si mesmo, dando a liberdade que ele precisa para melhorar suas condições da forma que entender melhor”.

Mas qual é a verdade por trás desta explicação tão genérica, que a organização luta tão ferrenhamente para esconder?

Como vimos anteriormente, Dianética e Cientologia estão comprometidas aos ensinamentos de um único homem: L. Ron Hubbard. Suas “teorias”, “descobertas” e “técnicas” formam a base da “Tecnologia Espiritual” (ou simplesmente “tech“) da Cientologia.

Mesmo após o sucesso de vendas de Dianética, as constantes pressões feitas pelas instituições médicas, principalmente as psiquiátricas, que refutaram suas “descobertas” na Dianética, e pela Receita Federal, com quem a Cientologia manteve uma longa batalha que durou por muitas décadas, L. Ron Hubbard sentiu-se obrigado a descobrir a “alma humana” e as leis naturais do “universo espiritual”, para esconder-se de tudo e de todos sob o manto da religiosidade, e também receber os benefícios tributários concedidos a entidades religiosas.

Ela foi criada em 1953, basicamente para escapar do assédio contra meu pai feito pela medicina e a Receita Federal…” – L. Ron Hubbard Jr.

Segundo a Cientologia, a espiritualidade e o pensamento, chamado de “theta” (o ser supremo), é uma energia com seu próprio universo, separado e distinto do universo físico da matéria, energia, espaço e tempo. O theta, também conhecido por oitava dinâmica, é anterior e criador do universo físico.

Cada alma (“thetan“) é considerada uma ‘unidade de pensamento’ do universo espiritual que interage com o universo físico, geralmente habitando um corpo humano. O termo cientológico “theta” é definido na cientologia como a fonte da vida. No indivíduo, o “thetan” é o centro de sua personalidade ou sua própria essência, distinta e separada do corpo físico ou do cérebro.

A cientologia propõe que em seu estado bruto o thetan é imortal como um deus, e possui o potencial de saber tudo, mas que nos dias de hoje suas verdadeiras capacidades foram perdidas e esquecidas. Como entidade imortal, o thetan continua vivo após a morte do corpo e renasce em um novo corpo físico, em um círculo infinito de nascimento e morte. A lembrança dos infinitos incidentes traumáticos (engramas) ocorridos em todas as suas vidas passadas, que estão escondidas nos mínimos detalhes na mente reativa, fez com que o thetan ficasse preso no corpo e universo físico, sofrendo todos os problemas físicos e mentais e mantendo os pensamentos e comportamentos irracionais que limitam a criatividade e outras capacidades do indivíduo.

Os engramas armazenados na mente reativa, somados à história pessoal de cada thetan, são gravados com todos os detalhes no ‘time track‘ (linha do tempo, às vezes chamado de ‘whole track’), que seria uma espécie de gravador com trilhões de anos de conteúdo.

O objetivo das “audições” (uma pseudoterapia) é permitir uma pessoa reconquistar seu estado nativo de “clear“, ou seja livre de engramas, e posteriormente tornar-se um “Operating Thetan” (Thetan Operante), onde ela estará livre de tudo que o prende ao corpo, podendo até mesmo exteriorizar-se, ou seja, sair do corpo. O thetan operante pode também, conscientemente, controlar a matéria, energia, espaço e tempo (MEST), embora isso nunca tenha sido comprovado por nenhum cientologista.

Para a grande maioria dos cientologistas, reconquistar essas habilidades de deuses (e encorajar e dar assistência a outros a reconquistarem também) é o objetivo principal de sua participação na Cientologia. Para progredir nos níveis da “Ponte para a Liberdade Total”, o cientologista deve dedicar muitos e muitos anos de estudo e prática, e doar muito, muito dinheiro.

O GRANDE SEGREDO DA CIENTOLOGIA

Durante muitos anos, a organização teve sucesso em manter calados seus críticos, ex-cientologistas, autoridades e jornalistas. Os poucos que tinham coragem de falar abertamente sofriam graves ataques pessoais e financeiros, e suas histórias acabavam enterradas, escondidas da mídia e da população geral.

Com o advento da era da informação, o controle jurídico e criminoso da organização perdeu força. Ficou muito mais difícil perseguir, fazer falsas acusações ou processar uma pessoa que consiga falar escondida pelo anonimato. O grupo da Internet chamado “Anonymous” (Anônimos), com membros e simpatizantes espalhados por todo o mundo, decidiu enfrentar a Cientologia.

Embora ainda seja muito perigoso tornar-se alvo da organização, muitos detratores começaram a falar abertamente do que ocorre por trás da cortina de ferro da Cientologia, e muitos documentos, antes mantidos a sete chaves, começaram a vazar pela Internet.

E assim, tornou-se público a bizarra história da Cientologia a respeito do surgimento dos thetans.

Segundo as “escrituras” secretas da organização, o “time track” contém incidentes como tentativas de aborto e outros traumas fetais, atos de tortura e violência cometidos ou sofridos, encontros com outras civilizações galáticas, uma vida passada no corpo de uma ostra (“Clam”) aqui na Terra, dentre outros incidentes igualmente estranhos. Embora desses incidentes traumáticos sejam únicos para o indivíduo, alguns incidentes são comuns a todos os “thetans” no planeta.

Um dos incidentes mais importantes, que envolve todos os thetans, é a sua chegada na Terra, a cerca de 75 milhões de anos atrás.

Os detalhes desse acontecimento, chamado de “Incidente II” ou Muralha de Fogo (“Wall of Fire“), são guardados e mantidos em segredo até o Cientologista ser convidado para o nível Operating Thetan III (OT III). Segundo uma ex-porta-voz da Cientologia, Karin Pouw, apenas 10% dos cientologistas chegarão a este nível. Para ter acesso a este material, o Cientologista deverá assinar dezenas de contratos e termos de responsabilidade.

Era uma vez, a 75 milhões de anos atrás, um maligno Lorde Intergalático chamado Xenu…

O texto sobre o Incidente II, escrita de próprio punho por L. Ron Hubbard, começa assim:

Manuscrito de Hubbard sobre o Incidente II (Muralha de Fogo)

Manuscrito de Hubbard sobre o Incidente II (Muralha de Fogo)

“Dado (1) (1)
O líder da Confederação
Galática (76 planetas e
estrelas maiores visíveis daqui)
(fundado 95,000,000 de anos atrás, novela bem espacial)
resolveu a superpopulação (250 bilhões
ou mais por planeta) — 178 bilhões
em média) através de implantes em massa.
Ele promoveu a vinda de pessoas para
Teegeeack (Terra) e colocou uma bomba de Hidrogênio
nos principais Vulcões (Incidente 2)
e então os da a área do Pacífico
foram levados em caixas para o Hawaii
e os da área do Atlântico para
Las Palmas e lá foram “empacotados” .
O nome dele era Xenu. Ele usou
renegados. Muitas informações
confusas através de circuitos etc.
foram colocados nos implantes.
Quando por causa de seus crimes
(contra as pessoas) os Oficiais Leais o capturaram
após 6 anos de batalha
e o colocaram em uma armadilha
em uma montanha
onde ele ainda
está. “Eles” se foram. O lugar (Confed.)
é um deserto desde então.”

Esta página, o resto do manuscrito e uma gravação de áudio de Hubbard explicam como os thetans, de origem alienígena, chegaram à Terra e passaram a habitar os corpos de nossos antepassados.

O Lorde Intergalático Xenu liderava 76 planetas neste setor da galáxia, incluindo nosso próprio planeta Terra, que na época era conhecida como “Teegeeack“.

Xenu, ou Xemu (na gravação de áudio, Hubbard diz “Xenu ou Xemu), estava enfrentando o problema de superlotação em todos os planetas por ele controlados. Cada planeta tinha mais de 250 bilhões de habitantes. Como um de seus últimos atos como Lorde Intergalático, pois estava para ser destituído, Xenu decidiu livrar-se do problema de superlotação.

Com a ajuda de psiquiatras e de extra-terrestes conhecidos como “Renegados”, Xenu elaborou e colocou em prática um plano. Com a ajuda deles, Xenu subjulgou os chamados Oficiais Leais, e convocou bilhões de extra-terrestres para supostas inspeções fiscais e tributárias. Quando os extra-terrestres compareceram para as inspeções, elas recebiam uma injeção contendo uma mistura de álcool e glicol, que os deixavam paralisados.

Em seguida, os capturados foram congelados e colocados em naves espaciais, “iguais aos aviões DC-8”, com a única diferença que as naves eram movidas a motores de foguete ao invés de motores de avião.

DC-8 fabricado pela McDonnel Douglas

DC-8 fabricado pela McDonnel Douglas

Os comboios espaciais vieram até este nosso planeta, Teegeeack. Os capturados, ainda paralisados, foram jogados dentro e ao redor de vulcões, e assassinados com explosões de bombas de hidrogênio.

Os vulcões de Xenu

Os vulcões de Xenu

Após serem assassinados, os thetans, almas dos alienígenas, se espalharam com os ventos das explosões, e começaram a tentar retornar aos seus planetas nativos. Lord Xenu recapturou esses thetans com aparelhos eletrônicos pegajosos como papéis pega-moscas.

Para impedí-los de retornar aos seus planetas, Xenu ordenou que os thetans fossem embalados dentro de caixas e enviados para cinemas gigantes, que ficavam em Las Palmas e no Hawaii, onde foram forçados a passar dias e dias assistindo a filmes especiais em 3D, cujo objetivo era implantar engramas nos thetans.

Segundo Hubbard, todas as religiões do mundo, bem como Deus, Jesus Cristo, Buda, Maomé, e todas as outras divindades são engramas implantados nas mentes dos thetans durante essas sessões nos cinemas, para deixá-los confusos e não retornarem para seus planetas de origem.

Após dias e mais dias recebendo engramas com falsas informações, os confusos thetans foram libertados. Ainda confusos, eles passaram a pensar que eram uma mesma e única pessoa, e começaram a fundir-se uns com outros, criando grupos menores de thetans.

Estes novos thetans, já soltos pelo mundo, começaram a habitar entidades (body thetans) que haviam em Teegeeack. Estas entidades ficaram vagando por Teegeeack, habitando corpos de animais e vegetais até o surgimento do Homem, que também passou a ser habitado pelos thetans.

Após duras batalhas, os Oficiais Leais finalmente conseguiram derrotar Xenu, e o aprisionaram em uma montanha em um outro planeta, onde ele permanece até hoje, preso por um campo de força alimentado por uma bateria eterna.

Os seres de nossa atualidade, conclui L. Ron Hubbard, estão habitados por “body thetans”, que mantém até hoje os engramas que haviam sido implantados por Xenu.

ACREDITAR OU NÃO ACREDITAR

Após a leitura deste post, muitos podem estar se perguntando “mas como pode uma pessoa em sã consciência acreditar nessa história absurda?” É uma questão muito delicada, pois envolve fé e aceitação. Acredito que a melhor resposta que encontrei até este momento foi o dado por Jason Beghe no programa Today Tonight: “Isto é interessante. Eu não acreditei, mas aceitei.”

Clique AQUI para abrir o índice dos posts mais importantes a respeito da organização criminosa autodenominada religião (O que é Cientologia, Dianética, Quem foi seu fundador L. Ron Hubbard, Operações Criminais Conduzidas pela Organização)