Atriz Leah Remini, de “King of Queens”, abandona a seita da Scientology

Clique AQUI para abrir o índice dos posts mais importantes a respeito da organização criminosa chamada Cientologia (Quem foi seu fundador L. Ron Hubbard, O Grande Segredo da Cientologia, Operações Criminosas Conduzidas pela Organização)

Image

A atriz norte-americana Leah Remini abandona a seita da Scientology após anos de “interrogatórios” e “lavagem cerebral”, de acordo com suas próprias palavras.

Isso é importante para provar que nunca é tarde, mesmo para ela que já havia atingido o nível OT V.

Após sua saída, Leah Remini levantou novos questionamentos a respeito da esposa do dono da Scientology, David Miscavige, amiga pessoal de Leah e que não é vista em público há 6 anos, e fez uma queixa por desaparecimento de pessoa no Departamento de Polícia de Los Angeles, CA.

Ex-Cientologista: Eu Sofri Lavagem Cerebral

Clique AQUI para abrir o índice dos posts mais importantes a respeito da organização criminosa chamada Cientologia (Quem foi seu fundador L. Ron Hubbard, O Grande Segredo da Cientologia, Operações Criminosas Conduzidas pela Organização)

No dia 8 de março de 2013, a BBC de Londres publicou no seu website uma entrevista com Jenna Miscavige Hill, terceira geração de uma das famílias mais fortemente associadas à seita. Ela fala sobre sua infância (seus pais entraram na seita quando ela tinha dois anos), a Sea-Org, manipulação, lavagem cerebral, o contrato de um bilhão de anos, de ter autorização para ver seus pais apenas uma vez por semana, a vida no Ranch (onde vivem os filhos dos executivos da seita), e outros assuntos que a Scientology e Dianética tentam esconder.

Apenas em inglês: http://www.bbc.co.uk/news/uk-21713420

Contradição: Cientologia abriu exceção para Tom Cruise ver Suri

Clique AQUI para abrir o índice dos posts mais importantes a respeito da organização criminosa autodenominada religião (O que é Cientologia, Dianética, Quem foi seu fundador L. Ron Hubbard, Operações Criminais Conduzidas pela Organização)

Fonte Revista Veja

Cientologia abriu exceção para Tom Cruise ver Suri

Pelas regras da seita, o ator teria que cortar totalmente os laços com a filha e a ex-mulher, Katie Holmes, por elas terem deixado de ser membros da igreja

Tom Cruise leva Suri para a aula de ginástica (Donald Traill/AP)

Tom Cruise leva Suri para a aula de ginástica (Donald Traill/AP)

Os momentos que têm passado ao lado da filha Suri, após ter se divorciado de Katie Holmes, representam um privilégio para Tom Cruise. Como membro da cientologia, o ator teria que ter cortado totalmente o contato com Suri e a ex-mulher simplesmente por elas terem deixado de ser integrantes da seita com a separação.

Em entrevista ao site Radar Online, a ex-presidente do Celebrity Center (braço da igreja voltado a cooptar famosos) Nancy Many diz que a exceção concedida a Tom Cruise está provocando revolta entre os demais membros, que também desejam manter contato com familiares desligados da religião. “Por ter aderido a uma igreja católica logo depois do fim do casamento, Katie deixou bem clara sua rejeição à cientologia, o que é visto como uma afronta.”

O site também revela que fontes próximas a Cruise garantem que ele está repensando seu compromisso com a cientologia pelo estrago que a seita já provocou em seus relacionamentos.

As esquisitices da seita teriam sido o estopim do fim do casamento do ator com Katie Holmes, que tem tomado todas as medidas para impedir que Suri frequente escolas ligadas à cientologia.

Os filhos adotivos de Tom Cruise, no entanto, desconectaram-se de Katie Holmes, a quem chegaram a chamar de mãe.

Ex-mulher do presidente da cientologia é impedida de ver corpo do filho

Fonte: Revista Veja Online

http://veja.abril.com.br/noticia/celebridades/ex-membro-da-cientologia-e-impedida-de-ver-corpo-de-filho-morto

Alexander Jentzsch foi encontrado morto na casa dos sogros na última terça-feira, em Los Angeles, mas a mãe, Karen de la Carriere, ex-membro da igreja, é proibida de ver e cremar o corpo

Alexander Jentzsch, membro da cientologia, foi encontrado morto  (Reprodução/Karen de la Carriere)

Alexander Jentzsch, membro da cientologia, foi encontrado morto (Reprodução/Karen de la Carriere)

Katie Holmes parece certa em exigir que a filha Suri, de 6 anos, fique longe da cientologia, seita apontada pela imprensa americana como pivô da separação entre a atriz e Tom Cruise. Outro escândalo revelado semana passada mostra a dimensão dos conceitos pouco ortodoxos da cientologia.

Alexander Jentzsch, de 27 anos, foi encontrado morto na casa dos sogros na última terça-feira. O filho de Heber Jentzsch, presidente da cientologia nos Estados Unidos, teve uma febre forte e, na manhã seguinte, estava morto, segundo explicações dadas por um legista à mãe de Jentzsch, Karen de la Carriere. Ex-membro da cientologia, Karen é vista como persona non grata e, por isso, está impedida de ver o corpo do filho, mantido num necrotério em Los Angeles. “Descobri que meu filho estava morto dias depois dele ter partido”, disse Karen ao site americano The Village Voice.

Ela conta que não falava com o filho há dois anos, o distanciamento foi uma ordem da igreja seguida por ele, pelo fato da mãe ter deixado a organização. “Ele me ligou um dia e pediu para nunca mais procurá-lo. Pude ouvir os membros do escritório de assuntos especiais ao fundo.”

O pai de Alexander também demorou para ser informado sobre a morte do filho. Em entrevista ao The Village Voice, Karen acredita que o ex-marido é mantido refém num dos escritórios de David Miscavige, dono da seita, já que ele não é visto em público desde 2004.

Há um ano, Kate escreveu um depoimento num site crítico à cientologia. No texto, ela diz ter certeza de que o ex-marido vive em cárcere privado por ter falhado numa tarefa imposta por Miscavige. Além disso, ela conta que a nora foi obrigada pela igreja a abortar o filho que esperava de Alexander.